Governo de Cuba convoca médicos para voltarem ao país em novembro

Participantes do Programa “Mais Médicos”, do governo federal, permanecerão no Brasil durante as Olimpíadas e as eleições e depois retornam a Cuba.

2082 0

Participantes do Programa “Mais Médicos”, do governo federal, permanecerão no Brasil durante as Olimpíadas e as eleições e depois retornam a Cuba

Por Redação, com informações do Blog Socialista Morena

O governo de Cuba emitiu um comunicado em que convoca 1672 médicos que atuam no Programa Mais Médicos a retornarem para o país em novembro. Já existe inclusive um cronograma estabelecido.

“De 1 a 2 de novembro retornarão à pátria em dois vôos, um por dia, com o fim da missão, os 347 médicos que restam do grupo de 400 (alguns já retornaram e outros, por outras causas, já não estão na missão). De 4 a 9 de novembro sairão em um vôo diário, da mesma forma, os 1325 médicos que restam do grupo dos 2000 (alguns já retornaram à pátria e outros, por outras causas, já não estão na missão)”, informa a nota, que não faz referência aos outros cubanos que participam do Mais Médicos, cerca de 11 mil no total.

Segundo o comunicado, a mudança se dá devido a “razões políticas”. Em abril, a presidenta eleita Dilma Rousseff enviou para o Congresso uma Medida Provisória que tratava da prorrogação do contrato dos médicos cubanos por mais três anos. A medida foi tomada a pedido dos municípios brasileiros que são beneficiários do programa.

A vice-ministra de Saúde Pública de Cuba, Marcia Cobaz Ruiz, afirmou que esses médicos serão substituídos por outros profissionais que virão da ilha.

Foto de Capa: Divulgação



No artigo

x