Juiz se nega a devolver salário duplicado e recorre à Justiça

Marcello Granado se recusou a devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 71.905,96 paga por engano.

3187 0

Marcello Granado se recusou a devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 71.905,96 paga por engano

Por Redação*

O juiz Marcello Granado, que integra o Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio de Janeiro, recorreu ao Judiciário para não ter de devolver R$ 71.905,96 aos cofres públicos.

A quantia corresponde ao pagamento duplicado do salário do magistrado nos meses de janeiro e fevereiro de 2015. Após a identificação do erro, foi solicitado o reembolso a Granado, que se negou a restituir o valor.

Ele disse que notou o pagamento errado, mas acreditou “se tratar de Parcela Autônoma de Equivalência vencida e não paga”. A parcela foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para nivelar os vencimentos dos magistrados com os salários concedidos aos congressistas.

De acordo com a sentença do dia 7 de julho, a juíza federal Helena Elias Pinto suspendeu a cobrança por entender que haveria “risco de lesão grave ou de difícil reparação” a Marcello Granado caso fosse exigida a devolução dos valores.

* Com informações do jornal Extra



No artigo

x