Temer, o presidente interino ficha suja, tem 30 dias para pagar multa a Justiça Eleitoral

Em maio, Temer foi condenado por ter feito doações para candidatos do PMDB acima do valor permitido por lei.

569 0

Em maio, Temer foi condenado por ter feito doações para candidatos do PMDB acima do valor permitido por lei

Por Redação

O presidente interino, Michel Temer, tem 30 dias para pagar a multa de R$ 80 mil imposta pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Temer foi condenado, em maio, por ter feito doações eleitorais acima do permitido pela legislação.

Em razão desta condenação, Temer poderá ter a candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa, caso tente se eleger para qualquer cargo público nos próximos oito anos. O pagamento da multa não o isenta da penalidade.

Na denúncia, o Ministério Público eleitoral alegou que o peemedebista fez doações acima do teto. No ano de 2014, quando foi eleito vice, na chapa de Dilma Rousseff, ele declarou à justiça eleitoral possuir R$ 839.924,46. A legislação quantifica que uma pessoa física só pode doar até 10% dos seus rendimentos.

Porém, Temer fez uma doação de R$ 50 mil para o candidato a deputado Alceu Moreira e o mesmo valor para Darcísio Perondi, ambos do PMDB do Rio Grande do Sul. Esse valor representa 11,9% do total que Temer afirmou ter.

Agora, o presidente interino precisa retirar uma GRU (Guia de Recolhimento da União) na 5ª Zona Eleitoral da cidade de São Paulo e voltar ao local para informar que o pagamento da multa já foi realizado. Se perder o prazo, o nome de Temer irá constar no cadastro da Dívida Ativa da União.

A assessoria da Presidência informou que ele pagará a dívida e não irá comentar o assunto.

Foto de Capa: Marcelo Camargo/ Agência Brasil



No artigo

x