Nomeado por Temer para chefia do Ibama na Bahia tem multa ambiental de R$133 mil

Neuvaldo David de Oliveira tem multa ambiental pendente junto ao Ibama por instalar postes em local de preservação permanente em 2007, quando era prefeito da cidade de Caravelas.

2172 0

Neuvaldo David de Oliveira tem multa ambiental pendente junto ao Ibama por instalar postes em local de preservação permanente em 2007, quando era prefeito da cidade de Caimravelas. Servidores protestaram contra nomeação

Por Redação

Neuvaldo David de Oliveira foi nomeado, na última terça-feira (19) para a superintendência do Ibama no estado da Bahia pelo presidente interino Michel Temer. O ex-prefeito de Caravelas pelo PR (Partido da República), possui uma multa de R$ 133 mil por instalar dez postes em locais de preservação ambiental permanente.

Servidores do Ibama se mobilizaram contra a nomeação e a Ascema (Associação de Servidores do Ibama) publicou uma carta aberta apontando preocupação com Oliveira no cargo, uma vez que ele não tem histórico de militância ambiental, enquanto o gestor anterior, Célio Pinto, era analista da área e tinha mais proximidade com a causa.

Atualmente, Neuvaldo é vice-prefeito de Caravelas pelo Partido Verde. Sobre a multa junto ao Ibama, alegou que instalou os postes após reclamações da falta de segurança por parte de pescadores. Na época, após acordo com Ibama, os postes foram recuados em 2 metros. Neuvaldo afirmou que a multa se deve a “ignorância” de não saber que precisaria consultar o Ibama para a obra.

 

Foto: Patty Aquino – Flickr



No artigo

x