Machismo: Passageiros deixam voo da American Airlines porque pilotas eram mulheres

O voo 909 da American Airliness atrasou mais de 1h devido a passageiros que decidiram deixar o avião ao descobrir que pilotas eram mulheres.

3237 0

O voo 909 da American Airliness atrasou mais de 1 hora pelo fato de sete passageiros decidirem deixar o avião ao descobrir que as pilotas eram mulheres

Por Redação

Na última semana, o Boeing 777-200 da American Airlines que saiu de Miami (EUA) em direção a Buenos Aires (Argentina) atrasou quase 1h30 a decolagem, de acordo com o passageiro Marcos Martinez, que contou ao jornal argentino La Nacion que estranhou o voo vazio quando ele e sua família entraram no avião.

De acordo com o passageiro, quando o avião finalmente decolou, as comissárias explicaram a confusão aos passageiros restantes dizendo que sete pessoas teriam desistido de viajar. Os passageiros teriam desembarcado após constatarem que as pilotas eram mulheres, mas Martinez aponta que só soube disso depois que o avião pousou em Buenos Aires, por volta das 6h02.

A companhia aérea emitiu um comunicado oficial afirmando que apenas um passageiro teria deixado a aeronave antes da decolagem e que o atraso teria contabilizado não mais do que 17 minutos. Ainda segundo a American Airliness, o avião pousou apenas quatro minutos depois do previsto na capital argentina. A nota vai na contramão dos relatos de passageiros no Twitter. Além disso, o processo de desistência depois do embarque é demorado, uma vez que as bagagens também precisam ser removidas da aeronave.

A Sociedade Internacional de Mulheres Pilotos de Companhias Aérea aponta que, hoje, das 130 mil pessoas que pilotam aeronaves no mundo, apenas 4 mil são mulheres e pouco mais de 450 trabalham em grandes companhias, principalmente as estadunidenses.

Foto: Eric Salard – Flickr



No artigo

x