Apoio ao golpe cai de 61% para 48%, aponta nova pesquisa

Levantamento feito pela consultoria Ipsos mostra que 20% dos entrevistados querem a volta de Dilma Rousseff ao cargo, contra 16% que apoiam o presidente interino.

2740 0

Levantamento feito pela consultoria Ipsos mostra que 20% dos entrevistados querem a volta de Dilma Rousseff ao cargo, contra 16% que preferem o presidente interino

Por Redação

Segundo pesquisa da consultoria Ipsos, publicada nesta terça-feira (26) pelo jornal Valor Econômico, o percentual dos que defendem o impeachment da presidenta Dilma Rousseff caiu de 61% para 48%. Entre as pessoas consultadas, 52% disseram que o melhor para o país é a convocação antecipada de eleições presidenciais já para outubro, quando ocorre o pleito para prefeitos e vereadores.

Cerca de 20% dos entrevistados optaram pelo retorno da petista ao cargo, para concluir os quatro anos de mandato, enquanto 16% disseram preferir que seu vice, Michel Temer, fosse definitivamente empossado. Outros 12% não souberam ou não quiseram responder. A pesquisa, realizada entre os dias 1 e 12 de julho, ouviu 1.200 pessoas presencialmente, em 72 cidades brasileiras.

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR



No artigo

x