Para Serra, México “é um perigo” porque metade dos senadores são mulheres

Essa não é a primeira vez que o tucano é envolvido em um caso de machismo. Em dezembro do ano passado, quando ainda era senador, Serra chamou a ex-ministra da Agricultura Katia Abreu (PMDB-TO)...

5106 0

Essa não é a primeira vez que o tucano é envolvido em um caso de machismo. Em dezembro do ano passado, quando ainda era senador, Serra chamou a ex-ministra da Agricultura Katia Abreu (PMDB-TO) de “namoradeira”

Por Redação

Envolvido em mais um caso de machismo, o ministro das Relações Exteriores José Serra fez uma piada sem graça durante sua visita ao México, na noite desta segunda-feira (25). Segundo ele, o país da América do Norte “é um perigo” porque metade das senadores são mulheres.

“Devo dizer, cara ministra, que o México, para os políticos homens no Brasil, é um perigo porque descobri que aqui quase a metade dos senadores são mulheres”, disse Serra à secretária de Relações Exteriores do México, Claudia Ruiz Massieu.

Não contente, o chanceler brasileiro insistiu no comentário ao reforçar o convite à sua colega para ir aos Jogos Olímpicos do Rio. “Quero muito que você vá, mas será um perigo porque chamará a atenção para este assunto”, comentou.

Serra admitiu que no Brasil as mulheres não representam nem 20% das cadeiras do Senado e que o país nunca teve uma ministra de Relações Exteriores mulher. Serra foi derrotado por Dilma Rousseff nas eleições presidencias de 2010.

Essa não é a primeira vez o tucano é envolvido em piadas que reforçam estereótipos negativos contra as mulheres. Em dezembro do ano passado, quando ainda era senador, Serra chamou a ex-ministra da Agricultura Katia Abreu (PMDB-TO) de “namoradeira”. Kátia Abreu reagiu ao comentário e jogou uma taça de vinho contra o político do PSDB.

“Eu fiz o que qualquer mulher honrada faria. Respondi à altura de quem preza a sua honra”, disse Kátia Abreu à època. “Você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República”, teria dito ao tucano.

A “piada” foi feita também meses depois do governo interino comandado por Michel Temer ter sido criticado por não nomear nenhuma mulher para os ministérios.

Foto de Capa: Agência Senado



No artigo

x