Partidos investem em inovação e candidatos jovens

Jovens entre 18 e 29 anos já representam quase um terço do eleitorado brasileiro.

702 0

Jovens entre 18 e 29 anos já representam quase um terço do eleitorado brasileiro

Por Redação

Nos últimos anos diversas pesquisas têm apontado para um desinteresse da população quando se trata de política. Essa situação se agrava entre os brasileiros mais jovens. Nas eleições presidenciais de 2014, 76% dos eleitores entre 16 e 24 anos afirmaram não ter interesse no assunto. Números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que jovens entre 18 e 29 anos já somam 30% dos eleitores.

Indo contra essa maré de representação negativa, os partidos políticos, em sua maioria, decidiram indicar jovens, para que haja uma identificação entre o eleitor e o candidato.

O PT, por exemplo, decidiu nas eleições deste ano trazer a militância jovem para as disputas municipais Nas maiores cidades e capitais do país, o partido indicou candidatos para pleitearem vagas nas assembleias legislativas.

Na capital baiana, a aposta dos petistas é o jovem Lucas Reis. Dirigente do PT municipal e chefe-de- gabinete do ex-governador Waldir Pires, Lucas militou no movimento estudantil e defende que a hora é de renovação.

Em Manaus, o partido tem como pré-candidata, a membra da Executiva Nacional, Anne Moura, que segundo o PT “teve papel protagonista na luta feminista e na resistência ao golpe promovido por Temer, Cunha e cia limitada”.

De acordo com o partido, os quadros mais jovens levantarão bandeiras como a dos direitos humanos, a promoção de políticas de igualdade racial, a luta contra o machismo, sexismo e homofobia.

Já em São Paulo, um nome apontado como pré-candidato é o de Douglas Belchior. Militante negro e blogueiro, Belchior será candidato pelo PSOL.

Foto de Capa: Reprodução/ Facebook



No artigo

x