Venezuela fará referendo que pode revogar o mandato de Maduro

Opositores precisavam de assinaturas de 1% do eleitorado. Processo agora irá para a segunda fase, onde eles precisarão de 20%.

737 0

Opositores precisavam de assinaturas de 1% do eleitorado. Processo agora irá para a segunda fase, onde eles precisarão de 20%

Por Redação

O partido de oposição na Venezuela, o MUD (Mesa da Unidade Democrática), conseguiu reunir mais de 407 mil assinaturas para iniciar o referendo que dará à população o poder de decidir de revogar ou não o mandato do presidente Nicolás Maduro.

Segundo o presidente do (CNE) Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena, cerca de 399 mil assinaturas comprovaram ser verdadeiras, enquanto mais de mil não coincidiram com o banco de dados.

A legislação venezuelana diz que para convocar um referendo seria necessário recolher assinaturas de 1% dos eleitores do país, o que significaria menos de 200 mil eleitores. “Os 24 estados cumpriram a exigência de 1% da manifestação de vontade”, afirmou Lucena.

Na próxima fase, a oposição precisa reunir a vontade de 20% dos cidadãos que votam para iniciar o referendo.



No artigo

x