Dono de avião usado por Eduardo Campos é acusado de ser “entregador” de propina

Aeronave caiu em maio de 2014 em Santos, matando o ex-governador de Pernambuco e mais seis pessoas.

1442 0

Aeronave caiu em maio de 2014 em Santos, matando o ex-governador de Pernambuco e mais seis pessoas.

Por Redação

O empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho está sendo apontado em uma investigação da Polícia Federal como o responsável por entregar propina para o então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e para o senador Fernando Coelho Bezerra (PSB-PE). Bezerra é pai do Ministro de Minas e Energia do governo Temer, Fernando Filho.

A propina que Lyra entregava provinha dos esquemas de corrupção na refinaria de Abreu e Lima, administrada pela Petrobras que envolvem as empreiteiras OAS e Camargo Côrrea. Obras da transposição do Rio São Francisco também estão na mira da investigação.

Segundo Wilson da Costa e Gilmar Pereira Campos, ex-funcionárias da Camargo Correa, os valores eram entregues aos políticos do PSB em dinheiro vivo ou depósitos bancários em empresas de fachadas registradas em nome de laranjas, ligados a Lyra.

Em nota, o PSB afirmou que acredita na “conduta sempre íntegra do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e o apoio incondicional ao trabalho de investigação da Polícia Federal e do Ministério Público, esperando que resulte no pleno esclarecimento dos fatos”.

Lyra, por sua vez, nega que tenha praticado qualquer irregularidade. Já a assessoria do senador Fernando Bezerra informou que ele não é investigado pela PF.



No artigo

x