“Estamos tratando com animais”, diz Trump sobre imigrantes e refugiados

Presidenciável republicano continua atacando países de maioria muçulmana.

1215 0

Presidenciável republicano chamou países cuja maioria da população é convertida ao Islã de “mais perigosos do mundo”

Por Redação

O candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, continua destilando ódio em seus comícios. Depois de expulsar uma mãe com seu bebê chorando e de ironizar a morte de um soldado americano muçulmano, ele comparou os imigrantes e refugiados com animais.

Em seu discurso na cidade de Portland, no Maine, o empresário chamou os países cuja maioria da população é convertida ao Islã de “mais perigosos do mundo”.

Trump fez uso da alegoria do “Cavalo de Troia”, dizendo que receber refugiados é um grande perigo para os americanos. “Não sabemos nada sobre eles. Isso poderia ser o maior Cavalo de Troia de todos os tempos”, disse.

Em certo momento, o magnata tentou associar os imigrantes ao cometimento de crimes no país, citando exemplos de casos recentes, como o de um estudante marroquino detido nos Estados Unidos por tentar realizar um atentado.

“Estamos tratando com animais”, declarou. Ele ainda defendeu condenações para cidadãos da Síria, Afeganistão, Filipinas, Paquistão, Iraque, Somália, entre outros países.

 



No artigo

x