Rede de sororidade: mulheres se dispõem a cuidar de crianças para mães prestarem o Enem

Posts de mulheres que estão se oferecendo gratuitamente para cuidar de crianças durante a prova viralizou no Facebook. Por Beatriz Sanz...

1959 0

Posts de mulheres que estão se oferecendo gratuitamente para cuidar de crianças durante a prova viralizou no Facebook.

Por Beatriz Sanz

A internet é uma ferramenta que possibilitou a união ainda maior diversos grupos em torno de alguns ideais. Foi assim que surgiu a “primavera das mulheres”. O efeito dessa corrente é uma onda de feminismo que não para de crescer.

Dessa vez, algumas mulheres resolveram espalhar uma mensagem no Facebook incentivando que mães prestem o Enem. As mulheres se dispõem a cuidar gratuitamente das crianças durante os dois dias da prova.

A jornalista Clara Cerioni, 20 anos, é uma dessas mulheres. Ela diz que deseja usar seu privilégio de já estar na faculdade para ajudar outras mulheres. Ela ainda afirma que o MEC deveria ter uma estrutura que possibilitasse que essas mães fizessem a prova com tranquilidade. “É papel deles também reintroduzir na sociedade essas mães e fazê-las com que elas possam estudar pra ter um bom futuro”, afirma.

Patrícia Rios, tradutora e intérprete de 30 anos já tem dois filhos. Ainda assim também deseja ajudar outras mães a disputarem uma vaga na universidade. “E se eu posso ajudar, sem precisar abrir mão de ficar com os meus, usando o espaço, estrutura e rotina da minha casa, porque não?”, conta.

As mães ainda sofrem com uma dificuldade maior para entrar no mercado de trabalho. “O mercado de trabalho é muito duro para as mães. Além disso ainda tem a questão de que não tem vaga suficiente nas creches”, lembra Clara.

Foi criada uma página no Facebook para organizar as mães que querem fazer a prova e mulheres que desejam cuidar das crianças.

Foto de Capa: Roosewelt Pinheiro / Agência Brasil



No artigo

x