Gilmar Mendes pede investigação do PT e gera polêmica nas redes sociais

Agora presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes pede investigação do PT por suspeita de financiamento oriundo de empresa de economia mista.

806 0

O atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral pede investigação do PT por suspeita de financiamento oriundo de empresa de economia mista. Possibilidade de cassação do registro da legenda gerou discussões entre internautas, que começaram a falar de “extinção do PT”; ministro nega e fala em estender investigação para outros partidos

Por Redação

O ministro e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, encaminhou à corregedoria, na última semana, a documentação que dá continuidade às investigações contra o Partido dos Trabalhadores por suspeita da legenda ter recebido doação de empresa de economia mista. Recursos seriam oriundos da Petrobras.

De acordo com Mendes, existem fortes indícios de que houve financiamento baseados em dinheiro proveniente de empresas investigadas na Operação Lava-Jato e associadas à Petrobrás. O ministro aponta que, caso as suspeitas se confirmem, o PT, de acordo com a Lei Eleitoral, deverá deixar de receber indeterminadamente fundos partidários e, caso a origem dos recursos investigados seja comprovadamente estrangeira, a legenda pode ser extinta.

Devido a essas possibilidades, nas redes sociais, principalmente no Twitter e no Facebook, onda de comentários apoiando ou criticando a suposta “extinção do PT” alimentaram as discussões sobre envolvimento do partido nos casos investigados pela Operação Lava Jato. Gilmar Mendes veio a público esclarecer que não pediu a extinção da legenda e que as investigações devem ser estendidas para outros partidos, “se for o caso”.

Foto: Nelson Jr./SCO/STF



No artigo

x