PF confirma propina para Fernando Bezerra, braço direito de Eduardo Campos

Em delação premiada, ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que senador recebeu R$ 20 milhões de empreiteiras e teria repassado parte da verba à campanha de reeleição de Campos ao governo pernambucano.

1004 0

Em delação premiada, ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que senador recebeu R$ 20 milhões de empreiteiras e teria repassado parte da verba à campanha de reeleição de Campos ao governo pernambucano

Por Redação

A Polícia Federal encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF), aos cuidados do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, o inquérito que aponta o recebimento de propina pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) para campanha de reeleição ao governo pernambucano de Eduardo Campos, morto em 2014.

As informações foram confirmadas por delação do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Em depoimento, ele declarou que, entre 2010 e 2011, Bezerra teria recebido R$ 20 milhões em propina, e que teria repassado parte da verba à campanha de Campos.

O dinheiro, pago por empreiteiras, tinha como finalidade garantir participação nas obras da refinaria Abreu e Lima, no litoral sul de Pernambuco. As empresas foram contratadas por Paulo Roberto Costa via Petrobras durante sua atividade como diretor da estatal.

As investigações comprovaram ainda benefícios a Eduardo Campos. Porém, devido à morte do político, o inquérito contra o ex-presidenciável será extinto.

Foto de capa: Wilson Dias/ABr



No artigo

x