Russsomanno aposta em pontos positivos da gestão Haddad para concorrer à prefeitura

Programa de governo do candidato do PRB aponta a continuidade de projetos da gestão Haddad, antes criticados, como faixas exclusivas para ônibus e implantação de mais ciclovias.

1012 0

Programa de governo do candidato do PRB aponta a continuidade de projetos da gestão Haddad, antes criticados, como faixas exclusivas para ônibus e implantação de mais ciclovias

Por Redação

Absolvido do crime de peculato pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no último dia 9, Celso Russomanno (PRB) disputará a prefeitura de São Paulo com plano de governo que aposta na continuidade de programas de mobilidade e com foco na periferia, com base na gestão de Fernando Haddad (PT).

Russomanno figura entre os críticos do petista, mas suas diretrizes sinalizam para a sequência de planos duramente atacados durante a administração do atual prefeito da cidade. Entre as propostas, está expandir a rede de ciclovias e ciclofaixas. Além disso, as diretrizes do programa sugerem também a ampliação das faixas exclusivas de ônibus à direita das vias.

Na contramão dos dados divulgados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que revelam a diminuição de acidentes com vítimas em cerca de 38% e queda na lentidão (8,7%) nas marginais, Russomano afirma que irá rever a redução da velocidade nas avenidas, sancionada por Haddad há mais de um ano e que, mesmo com críticas, apresentou bons resultados.

Para o candidato, a redução em quase 40% dos acidentes não foi “efetiva” e a solução está na tecnologia: “Revisar a política de redução de velocidade máxima nas Marginais da cidade e de implantação de radares e lombadas eletrônicas, de acordo com estudos técnicos executados pela CET, que visem efetivamente a redução de acidentes e melhorem os índices de congestionamento no trânsito”, diz o texto do programa.

Foto: Reprodução



No artigo

x