Islamofobia: Policiais armados obrigam muçulmana a se despir em praia francesa

Diversas cidades na França vêm proibindo o uso do “burkini” – traje de banho muçulmano que cobre o corpo inteiro – por, de acordo com as autoridades, “colocar em risco a ordem pública”. A...

2956 0

Diversas cidades na França vêm proibindo o uso do “burkini” – traje de banho muçulmano que cobre o corpo inteiro – por, de acordo com as autoridades, “colocar em risco a ordem pública”. A mulher estava em uma praia de Nice quando foi surpreendida pelos policiais. Imagens viralizaram nas redes sociais

Por Redação

Ganhou repercussão nas redes sociais e também entre a comunidade muçulmana na França, nesta quarta-feira (24), as imagens que mostram policiais armados, na última terça-feira (23), obrigando uma mulher que usava “burkini” – traje de banho muçulmano que cobre o corpo inteiro – a se despir.

Sirma, como foi identificada a mulher, estava descansando com a família na praia Passeio dos Ingleses, em Nice, quando foi surpreendida por agentes armados, que a obrigaram a tirar a túnica que cobria seu corpo. A mulher se retirou da praia e, nas imagens, não fica claro se foi por uma determinação dos policiais.

Diversas cidades francesas vêm, nos últimos meses, proibindo o uso do “burkini” nas praias, principalmente por conta do medo gerado depois do atentado de 14 de julho que deixou 86 mortos.

O prefeito de Cannes, uma das primeiras cidades a adotar a proibição, chegou a afirmar no início do mês que o burkini se trata de um “uniforme do islamismo extremista”.

“Querem tirar sua roupa. Que tirem seus uniformes, Polícia da Vergonha!”, disse, depois da repercussão das fotos, o presidente do Coletivo contra a Islamofobia na França (CCIF), Marwan Muhammad. A atitude dos policias também foi alvo de críticas do diretor de Comunicação para a Europa da Human Rights Watch (HRW), Andrew Stroehlein, que, pelo Twitter, escreveu: “Pergunta do dia: quantos policiais armados são necessários para obrigar uma mulher a tirar sua roupa em público?”.

Leia também

Cidade da França proíbe “burkini” nas praias: “Uniforme do islamismo extremista”

Foto: Reprodução/Twitter



No artigo

x