Repressão: Com bombas, PM ataca arbitrariamente manifestação “Fora Temer” na Paulista

O clima é tenso, neste momento, na avenida Paulista, onde milhares de manifestantes contrários ao processo de impeachment pedem a saída do presidente interino Michel Temer. A Tropa de Choque da Polícia Militar está...

3335 0

O clima é tenso, neste momento, na avenida Paulista, onde milhares de manifestantes contrários ao processo de impeachment pedem a saída do presidente interino Michel Temer. A Tropa de Choque da Polícia Militar está impedindo a manifestação de avançar e disparando bombas de gás. Há idosos e crianças no local. Assista

Por Redação*

Enquanto a presidenta Dilma Rousseff apresenta sua defesa aos senadores na sessão do impeachment no Senado, manifestantes por todo o país tomam as ruas para protestar contra o golpe parlamentar em curso e contra o governo do presidente interino Michel Temer. Em São Paulo, o ato “Fora Temer”, convocado por movimentos populares, teve início às 17h30 na Praça do Ciclista, na avenida Paulista.

Com faixas e cartazes contra Temer e palavras de apoio à presidenta eleita, os manifestantes seguiam pacíficos até serem atacados por bombas de gás e de efeito moral disparados pela Tropa de Choque da Polícia Militar. A tensão começou quando os manifestantes chegaram próximos ao prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), símbolo das manifestações pró-impeachment no início deste ano e no ano passado.

A PM justificou a repressão alegando que os manifestantes teriam desrespeitado o trajeto combinado. A ideia da manifestação era apenas de dar uma volta na avenida.

Havia idosos e crianças no local.

*Imagens e informações do repórter Victor Labaki

Foto: Jornalistas Livres



No artigo

x