Juiz protesta contra impeachment ao soltar camelô: “Bandidos estão dando golpe na democracia”

Ao expandir um alvará de soltura do camelô José Cleuto de Oliveira Almeida, o juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, escreveu que “os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe...

5339 0

Ao expandir um alvará de soltura do camelô José Cleuto de Oliveira Almeida, o juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, escreveu que “os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia”.

Por Redação

O juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, da 17ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais, protestou contra o golpe dado contra a presidenta Dilma Rousseff. Ao expandir um alvará de soltura do camelô José Cleuto de Oliveira Almeida, o magistrado afirma que enquanto o réu está trabalhando, “os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia”.

“Efetivamente, o custodiado (preso) está a ganhar seu pão, enquanto os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia”, afirmou Tomaz.

Ele justificou a decisão afirmando que não há causa justa para manter José Almeida na prisão. O protesto do aconteceu no sábado (27), pouco dias antes da votação no Senado Federal que provocou a saída de Dilma da Presidência da República.



No artigo

x