Minority Report: Jovens foram detidos por crimes que “iriam cometer”

O boletim de ocorrência relativo ao caso dos 26 jovens detidos na manifestação do último domingo (4) não é conclusivo sobre os supostos delitos que teriam sido cometidos por eles. Confira  Por Redação...

2827 0

O boletim de ocorrência relativo ao caso dos 26 jovens detidos na manifestação do último domingo (4) não é conclusivo sobre os supostos delitos que teriam sido cometidos por eles. Confira 

Por Redação

O boletim de ocorrência assinado pelo delegado Fabiano Fonseca Barbeiro que descreve os supostos “crimes” praticados pelos jovens, detidos próximo ao Centro Cultural São Paulo, antes mesmo da manifestação, mostra o motivo pelo qual o juiz da audiência de custódia afirmou que “vivemos dias tristes para a democracia”. Isso por que, em meio a toda a descrição do que teria sido apreendido com aqueles manifestantes, não há sequer um crime que tenha sido praticado, se limitando somente aos crimes que poderiam vir a ocorrer, baseado em uma “denúncia anônima”.

De acordo com o B.O., os jovens foram detidos por suposta “associação criminosa” e “corrupção de menores”, já que havia menores no grupo. O crime, que ainda não havia sido cometido, seria o de planejar “agressões e dano ao patrimônio privado”. Os indícios? Estarem reunidos em grupo, com roupas pretas, objetos como máscara de gás e kits de primeiros socorros (utilizados até mesmo por jornalistas para amenizar os efeitos dos ataques da PM), além de pedras e pedaços de pau – que os manifestantes negam a posse mas, mesmo que a tivessem, não haviam cometido nenhum desses crimes listados.

Confira a íntegra do documento.

Foto: Matheus Akio Kumagai



No artigo

x