Usando tornozeleira eletrônica, ‘Japonês da Federal’ volta a escoltar presos da Lava Jato

Newton Ishii retomou as atividades após ser condenado a 4 anos e 2 meses por facilitar a entrada de contrabando no país.

5442 0

Newton Ishii retomou as atividades após ser condenado a 4 anos e 2 meses por facilitar a entrada de contrabando no país

Por Redação

Após ser condenado a 4 anos e 2 meses por facilitar a entrada de contrabando no país, o policial Newton Ishii, conhecido como ‘Japonês da Federal’, foi visto recentemente fazendo a escolta de presos da Operação Lava Jato. Ele voltou a realizar atividades externas da Polícia Federal (PF) usando tornozeleira eletrônica.

Ishii cumpre a pena no regime semiaberto harmonizado, ou seja, deve ficar em casa entre 23h e 5h durante a semana e está proibido de sair nos fins de semana. A decisão da Justiça também impede que o ‘Japonês da Federal’ saia de Curitiba sem autorização.

Ele ganhou fama em todo o Brasil por aparecer ao lado de empreiteiros, operadores financeiros, políticos e funcionários públicos que eram presos na Lava Jato.

O agente, no entanto, já havia sido citado em uma conversa gravada entre o ex-senador Delcídio Amaral, o advogado Edson Ribeiro e Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Segundo o grupo, Ishii era responsável por vazar informações sigilosas das investigações para a imprensa.

* Com informações do portal G1



No artigo

x