Jogador da NFL se nega a ficar de pé durante hino dos EUA em protesto contra o racismo e violência policial

Em resposta ao ato de protesto do quarteback Kaepernick, as camisas do jogador pelo site da NFL foram as mais vendidas desta terça-feira (6).

1167 0

Em resposta ao ato de protesto de Kaepernick, as camisas com o nome do jogador de futebol americano pelo site da NFL foram as mais vendidas desta terça-feira (6)

Por Redação

O jogador de futebol americano Kaepernick,  do San Francisco 49ers, se negou a ficar de pé durante a execução do hino nacional dos Estados Unidos, durante o jogo da pré-temporada, em agosto, e na última semana. O ato foi um protesto do jogador contra racismo nos Estados Unidos e violência policial.

Nesta terça-feira (6), na lista de camisas da loja virtual da NFL, a camisa de Kaepernick estava no topo da seção “Mais vendidas”. De acordo com uma reportagem da ESPN com fonte anônima, as vendas da camisa do jogador aumentaram desde que os seus protestos começaram. Junto às manifestações do quarterback, internautas e fãs do esporte ficaram divididos entre a crítica a atitude e o apoio.

Internautas que não acompanham o esporte têm comprado a camisa de Kaepernick em solidariedade ao jogador e às vítimas da violência policial e racismo no país.

Foto: Michael Casim



No artigo

x