Reta final: Aliados de Cunha abandonam parlamentar e tendem a votar a favor da cassação

Grupo expressivo de parlamentares do “Centrão”, base de partidos aliada ao PMDB, já indica que deve votar a favor da cassação de Eduardo Cunha.

1591 0

Grupo expressivo de parlamentares do “Centrão”, base de partidos aliada ao PMDB, já indica que deve votar a favor da cassação do ex-presidente da Câmara. Votação está marcada para dia 12

Por Redação

Com a votação do processo de cassação de seu mandato marcada para o próximo dia 12, o deputado afastado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), está perdendo uma parcela importante de aliados ligados ao “Centrão” na Casa. O aglomerado de parlamentares aliados ao PMDB e que antes tendiam a votar contra a condenação de Cunha começam a mudar de ideia agora que faltam 4 dias para a decisão.

O primeiro partido a voltar atrás foi o PRB, que chegou a declarar abertamente apoio a cassação do parlamentar. A sigla conta com 22 deputados na Casa. Partidos do Centrão, como PR e PSD, já se mostram inclinados para votar a favor do afastamento definitivo de Cunha. A opção pela cassação não deve ser integralmente aceita pelos deputados da sigla, mas a adesão de alguns dos parlamentares já completaria o quadro de votos necessário para que Cunha tenha seu mandato cassado.

A oposição ao parlamentar já fala abertamente sobre a votação em peso contra Cunha. Legendas como PSOL, PT e PC do B, junto a outros partidos, já somam cerca de 238 deputados, de maneira que restam apenas 18 votos a serem conquistados para que Cunha seja condenado na próxima segunda-feira.

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil



No artigo

x