Secundaristas são retirados à força e impedidos de acompanhar CPI da Merenda em São Paulo

Os jovens foram agredidos e detidos pela Polícia Militar, que usou spray de pimenta contra aqueles que estavam na porta do plenário em que estava marcado o depoimento do presidente da Alesp, Fernando Capez...

930 0

Os jovens foram agredidos e detidos pela Polícia Militar, que usou spray de pimenta contra aqueles que estavam na porta do plenário em que estava marcado o depoimento do presidente da Alesp, Fernando Capez (PSDB). Tucano é acusado de envolvimento no esquema de fraude de licitações das merendas

Por Redação

O depoimento do deputado estadual Fernando Capez (PSDB), nesta quarta-feira (14), para a CPI da Merenda na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), foi marcado por agressões e detenções de estudantes secundaristas que queriam acompanhar o depoimento do presidente da Casa.

A Polícia Militar usou spray de pimenta dentro dos corredores da Assembleia e um estudante passou mal. O depoimento de Capez estava marcado para às 9h da manhã e atrasou por conta do tumulto. O deputado tucano é acusado de estar envolvido no esquema de fraudes em licitações da merenda escolar.

A Polícia Militar informou que dois agentes foram agredidos durante a confusão.

Foto de Capa: Mídia Ninja

 



No artigo

x