OAS pagou propina para governo Serra, diz delator

Segundo a delação de Léo Pinheiro, a empreiteira OAS pagou pelo menos R$ 4,8 milhões em propinas para a construção do lote 5 do Rodoanel Sul em São Paulo durante o governo do tucano Por...

2209 0

Segundo a delação de Léo Pinheiro, a empreiteira OAS pagou pelo menos R$ 4,8 milhões em propinas para a construção do lote 5 do Rodoanel Sul em São Paulo durante o governo do tucano

Por Redação

O empresário Léo Pinheiro afirmou durante o acordo de delação premiada que a empreiteira OAS pagou pelo menos R$ 4,8 milhões em propinas para a construção do lote 5 do Rodoanel Sul em São Paulo durante a gestão do ex-governador José Serra (PSDB).

Segundo informações publicadas pelo jornal O Globo, as transferências foram feitas em 15 parcelas, entre setembro de 2008 e março de 2010, para as contas da Legend Associados.

Em nota, o atual ministro das Relações Exteriores disse que “desconhece a denúncia, tampouco ouviu falar da empresa citada, menos ainda de suposto pagamento irregular que teria sido acordado em 2006, ano da licitação do Rodoanel Sul”.

A Legend Associados é uma das empresas do lobista Adir Assad, condenado pela Operação Lava Jato por ocultar a propina através de contratos fictícios com construtoras que recebiam o dinheiro de volta, em espécie, para pagar vantagens a agentes públicos, entre eles ex-diretores da Petrobras.

Foto: Agência Senado



No artigo

x