Temer vai restringir acesso de jornalistas a setores do Palácio do Planalto

Michel Temer proíbe acesso da imprensa ao andar dos gabinetes dos ministros Eliseu Padilha e Geddel Vieira Lima, onde acontecerão reuniões sobre a reforma da Previdência.

2515 0

Michel Temer proíbe acesso da imprensa ao andar dos gabinetes dos ministros Eliseu Padilha e Geddel Vieira Lima, onde acontecerão reuniões sobre a reforma da Previdência

Por Matheus Moreira

A partir desta terça-feira (27), o acesso de jornalistas ao 4º andar do Palácio do Planalto será restrito. Repórteres só poderão circular pelo local acompanhados por funcionários da Secretaria de Comunicação. É neste espaço em que acontecerão discussões estratégicas, como a da reforma da Previdência.

No início de seu governo, Michel Temer havia liberado o acesso a jornalistas, inclusive ao 3º andar do Planalto, onde fica o gabinete presidencial. Entretanto, com a discussão da reforma, uma das principais pautas desde que foi empossado, a restrição ao local voltou e chegou também ao piso dos gabinetes de dois importantes ministros, o da Casa Civil (Eliseu Padilha) e o ministro da Secretaria de Governo, um dos principais articuladores políticos de Temer (Geddel Vieira Lima).

Os bastidores do Planalto sugerem que a proibição já estava sendo analisada e que se tornou efetiva justamente com a aproximação da discussão de pautas-bombas, a começar pela Previdência. O governo quer impedir que jornalistas abordem os envolvidos no debate do plano logo na saída dos gabinetes, evitando antecipar qualquer informação que ainda não tenha sido definida de forma integral.

 

Foto: Agência Brasil



No artigo

x