Coronel acusado de pedofilia estaria envolvido no desaparecimento de outro bebê

Parentes de um bebê que desapareceu após ser levado por Pedro Chavarry Duarte procuraram a polícia para prestar depoimento.

1367 0

Parentes de um bebê que desapareceu após ser levado por Pedro Chavarry Duarte procuraram a polícia para prestar depoimento

Por Redação

Nesta quinta-feira (29), duas mulheres procuraram a Delegacia da Criança e Adolescente Vitima (Dcav) para denunciar o envolvimento do coronel da PM Pedro Chavarry Duarte no desaparecimento de uma bebê de nove meses em 1993, que seria irmã delas. Atualmente, ele está preso por suspeita de abuso sexual de uma menina de dois anos.

As mulheres afirmam que o coronel levou o bebê de sua residência, que jamais foi visto novamente. Elas contam que ficaram em uma casa com o homem e que lembram de vê-lo andar nu pelo local. “Seria mais uma criança desaparecida que teria sido levada pelo coronel para um local incerto e que as mães nunca mais souberam do paradeiro”, explicou a delegada do caso, Cristiana Bento, em entrevista ao G1.

A delegada ainda ressaltou que foram encontradas novas provas de que o estupro contra a criança de dois anos teria sido planejado. A investigação mostra que o coronel teve uma cúmplice, Thuane dos Santos Pimenta. No celular dela foram encontrados vídeos de pedofilia.

Cristiana Bento explicou que o armazenamento dessas imagens já configura crime e que traz ainda mais evidências de que Thuane estava envolvida no episódio. “A Thuane sabia exatamente o que está fazendo. E esses vídeos, além de indicar um outro crime penal, que é o de armazenamento de imagens de crianças em cenas pornográficas, que ela também deverá responder por esse crime, indicam a personalidade dela e a intenção que ela tinha de entregar aquele bebê para o coronel”, disse.

Foto: Reprodução/Brasil247



No artigo

x