Com discurso “apolítico”, Doria encarna ódio ao PT e leva eleição no primeiro turno

O tucano ainda fez a campanha dizendo ser um trabalhador e seu discurso cai como uma luva para o eleitorado paulistano. Doria fecha as eleições com 53% dos votos e agora, definitivamente, se torna...

1424 1

O tucano ainda fez a campanha dizendo ser um trabalhador e seu discurso cai como uma luva para o eleitorado paulistano. Doria fecha as eleições com 53% dos votos e agora, definitivamente, se torna político

Por Redação

O candidato João Dória (PSDB) confirmou o favoritismo e conseguiu ganhar a eleição para a Prefeitura de São Paulo no 1º turno com 53% dos votos válidos. O tucano fez uma campanha baseada no discurso de negação a política, de ódio ao PT e conseguiu convencer o eleitorado paulistano.

Mesmo com uma arrancada impressionante, o candidato a reeleição Fernando Haddad (PT) conseguiu 16% dos votos e ficou em segundo lugar. O terceiro colocado é Celso Russomanno (PRB) 13%.

Veja a ordem final da disputa da Prefeitura de São Paulo:

1º lugar: João Dória (PSDB) – 53%

2º lugar: Fernando Haddad (PT) – 16%

3º lugar: Celso Russomanno (PRB) – 13%

4º lugar: Marta Suplicy (PMDB) – 10%

Brancos e nulos: 16%

 



No artigo

1 comment

  1. JOHN J. Responder

    VOCÊS JÁ VIRAM ALGUMA ELEIÇÃO onde a proporção de votos entre o 1º e o 2º colocados, permaneceu a mesma em todas urnas apuradas, mesmo em bairros onde os candidatos sabidamente são muitos queridos ou muito rejeitados?
    eu nunca tinha visto isso.
    EU ACREDITO QUE POSSA TER HAVIDO FRAUDE NESSA PRRA DE ELEIÇÃO, POIS É PRATICAMENTE IMPOSSIVEL UM CANDIDATO TER A MESMA PROPORÇÃO DE VOTOS EM TODAS URNAS.
    https://scontent.fcpq1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-0/s526x395/14469543_10154604255114184_8979799511056782825_n.jpg?oh=3a01d1156d62175f1e3c660f2d731625&oe=58AD127C


x