Enquanto Temer se esconde, Lula vota nos braços do povo: “O PT vai surpreender nesta eleição”

Ex-presidente aproveitou a ocasião para criticar o candidato do PSDB João Dória: "São Paulo não pode eleger um aventureiro, que é uma coisa que surge do nada, sobre o qual não se sabe nada".

3005 0

Ex-presidente aproveitou a ocasião para criticar o candidato do PSDB João Dória: “São Paulo não pode eleger um aventureiro, que é uma coisa que surge do nada, sobre o qual não se sabe nada”

Por Redação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva votou por volta das 11h30 em São Bernardo do Campo (SP) e disse acreditar em um bom desempenho do Partido dos Trabalhadores na eleição deste domingo (2). “O PT vai surpreender nesta eleição”.

“O PT não é o primeiro partido que enfrenta a crise. Além da crise, nós enfrentamos uma guerra da imprensa com o PT que já dura sete anos. Se enganam os que pensam que podem acabar com o PT atacando uma personalidade. O PT são milhares de pessoas. A história será construída verdadeiramente. Estou tranquilo”, garantiu.

Antes de votar, ele foi abordado por diversas pessoas que pediam para tirar foto ou dar um abraço. Lula ainda parou para dar uma entrevista coletiva para a imprensa, quando criticou o candidato tucano à prefeitura de São Paulo, João Dória, e o comparou ao ex-presidente Fernando Collor.

“Quem está falando aqui é um cidadão brasileiro que conhece Haddad.  São Paulo não pode correr o risco de não reeleger um candidato da qualidade de um Fernando Haddad para eleger um aventureiro, que é uma coisa que surge do nada, sobre o qual não se sabe nada. São Paulo não merece isso”, ressaltou.

Já Michel Temer precisou mudar o horário de sua votação e até entrar no seu colégio eleitoral, a PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), antes da abertura oficial dos portões. O motivo dessa cautela era para evitar um protesto contra o golpe que já estava marcado para as 11 horas.

temervota

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula



No artigo

x