Para escapar de escracho, Temer muda horário de votação em São Paulo

Assessoria havia informado que Temer votaria às 11h, mas ele chegou às 8h para evitar contato com manifestantes.

1101 0

Assessoria havia informado que Temer votaria às 11h, mas ele chegou às 8h para evitar contato com manifestantes

Por Redação

Para escapar dos protestos, Michel Temer mudou o horário em que havia programado votar neste domingo (2), em São Paulo. Assim que as urnas eletrônicas foram ligadas, às 8h, ele foi um dos primeiros a votar na PUC (Pontifícia Universidade Católica), em Perdizes, na zona oeste da cidade. Segundo a assessoria de imprensa havia informado, Temer chegaria às 11h.

Estudantes da PUC organizaram uma manifestação contra o peemedebista, acusado de protagonizar um golpe de Estado que culminou no afastamento da presidenta eleita Dilma Rousseff. A primeira-dama, Marcela Temer, votou separada do marido, em um colégio eleitoral no Alto de Pinheiros, e se negou a falar com a imprensa.

Foto: Rovana Rosa/Agência Brasil



No artigo

x