30 filmes para discutir questões de gênero e LGBT que estão na Mostra de SP

A 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira (20) e seguirá com uma programação intensa até o dia 02 de novembro. Separamos os filmes que tratam de questões de gênero...

3128 0

A 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira (20) e seguirá com uma programação intensa até o dia 02 de novembro. Separamos os filmes que tratam de questões de gênero e LGBT. Confira a lista

Por Redação

A 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira (20) e seguirá com uma programação intensa até o dia 02 de novembro. Ao todo serão 322 filmes exibidos em 35 locais espalhados pela cidade.

A edição deste ano presta uma homenagem ao ícone do cinema italiano Marco Bellocchio, que terá 12 títulos em exibição no evento e é o autor da arte do poster oficial.

Pela primeira vez, o encerramento da Mostra será na área externa do Auditório Ibirapuera, com a exibição do clássico “A GENERAL” (1926), de Buster Keaton e Clyde Bruckman. A sessão terá acompanhamento da Orquestra Sinfônica de Heliópolis e está marcada para às 19h30 do dia 2 de novembro.

Fórum separou alguns filmes que tratam de questões de gênero e LGBT’s que serão exibidos na edição deste ano do maior festival de cinema do Brasil. Para saber mais detalhes sobre o local e conferir os trailers de alguns deles, acesse o link do site oficial.

Veja a lista:

FUKUSHIMA, MON AMOUR

(FUKUSHIMA, MON AMOUR)

Alemanha │ 2016 │ pb │ 104 min. │ Ficção

Direção: Doris Dörrie

Marie é uma jovem alemã em Fukushima tentando mudar de vida. Ela passa a trabalhar para a organização Clowns4Help, com a qual espera levar alguma alegria para os sobreviventes do desastre nuclear de 2011. Marie logo percebe, no entanto, que não tem muito talento em fazer a tragédia ser menos penosa. Ao invés de ir embora, ela decide ficar com Satomi, última gueixa de Fukushima, que decidiu por conta própria voltar para sua antiga casa em uma área radioativa isolada. Duas mulheres muito diferentes entre si, presas ao passado e que precisam se libertar da culpa e do peso da memória.

EU, OLGA HEPNAROVÁ

(I, OLGA HEPNAROVÁ)

República Tcheca, Polônia, Eslováquia, França │ 2016  │ pb  │  105 min. │ Ficção

Direção: Petr Kazda, Tomás Weinreb

Olga Hepnarová era uma jovem, lésbica e solitária, de uma família emocionalmente distante, e que não conseguiu desempenhar o papel que a sociedade desejava dela. Seu comportamento paranoico e sua incapacidade de se conectar a outras pessoas levaram-na ao limite quando ela tinha apenas 22 anos de idade.

DIVINAS DIVAS

(DIVINE DIVAS)

Brasil │2016 │ cor │ 110min. │ Documentário

Direção: Leandra Leal

Rogéria, Jane Di Castro, Divina Valéria, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte Búzios são personagens icônicos da primeira geração de artistas travestis do Brasil que desafiaram a moral de um país no auge da ditadura militar, nos anos 1960 e 1970, em apresentações no Teatro Rival produzidas por Américo Leal, avô de Leandra Leal. O documentário relembra os 50 anos de carreira no palco, e a luta pelos direitos humanos e pelas liberdades individuais no Brasil de ontem e de hoje.

 

A CIDADE DO FUTURO

(THE CITY OF THE FUTURE)

Brasil │ 2016  │cor │ 75 min. │Ficção

Direção: Cláudio Marques, Marília Hughes

Milla, Gilmar e Igor formarão uma família fora dos padrões em Serra do Ramalho, no sertão da Bahia.

 

NUNCA VAS A ESTAR SOLO

(YOU’LL NEVER BE ALONE)

Chile | 2016 | cor | 82 min. | Ficção

Direção: Alex Anwandter

Juan é um introvertido gerente de uma fábrica de manequins que vive sozinho com Pablo, seu filho gay de 18 anos. Quando o rapaz é vítima de um violento ataque homofóbico que o deixa hospitalizado, seu pai percebe o quão distantes e estranhos um do outro eles se tornaram. A falta de testemunhas e as exorbitantes contas do hospital forçam Juan a deixar a tranquila estabilidade de sua vida para reposicionar-se em um mundo preconceituoso.

 

OS DECENTES

(A DECENT WOMAN)

Áustria, Coreia do Sul, Argentina | 2016 | cor | 100 min. | Ficção

Direção: Lukas Valenta Rinner

Uma empregada, que trabalha em um condomínio fechado na periferia de Buenos Aires, embarca em uma jornada de liberação sexual e mental depois que adentra os portões de segurança máxima e se depara com um clube de swing naturista.

 

A GLÓRIA E A GRAÇA

(GLORIA & GRACE)

Brasil │ 2016 │ cor │ 97 min. │ Ficção

Direção: Flávio Ramos Tambellini

Graça é uma mãe solteira de dois filhos. Quando descobre estar com um aneurisma cerebral impossível de ser operado, ela resolve ir atrás do irmão, Luiz Carlos, que não vê há 15 anos, por conta de uma briga. Quando se encontram, Graça é surpreendida ao se deparar com Glória – uma linda travesti, que deixou de ser Luiz Carlos há alguns anos e agora diz viver uma vida completa, como dona de um restaurante em Santa Teresa. Aos poucos, sensibilizada pelas circunstâncias, Glória aceita se aproximar da família, conhece os sobrinhos, retoma a amizade com Graça, e percebe que talvez, para se sentir verdadeiramente completa, ela precise ser mãe.

 

ALBA

Equador, México, Grécia | 2016  │ cor │ 96 min. │ Ficção

Direção: Ana Cristina Barragán

Alba, uma garota de onze anos, precisa se mudar para casa de seu pai, após sua mãe adoecer. Eles mal se conhecem e a convivência sob um mesmo teto é algo estranho. Ambos são tímidos e se sentem sozinhos, mas não conseguem encontrar uma maneira de se aproximarem.

 

UMA BANDEIRA SEM PAÍS

(A FLAG WITHOUT A COUNTRY)

Iraque, Curdistão │ 2015  │ cor  │ 97 min. │ Documentário

Direção: Bahman Ghobadi

Helly Luv é uma cantora pop curda. Ela quer promover o Curdistão internacionalmente e, ao mesmo tempo, dar ao povo curdo um ícone e um senso de comunidade. Nariman é um piloto que sofreu um acidente recentemente e que não pode mais voar. Ele dirige uma escola de aviação para crianças curdas e, com a ajuda delas, constrói um avião para o seu país. Ambos, Helly Luv e Nariman, querem ser uma força na sociedade; sociedade esta que lida desde sempre com as condições duras da vida, da guerra e dos ataques do Estado Islâmico.

 

BLANKA

Itália, Filipinas, Japão | 2015 │ cor │ 75 min. │ Ficção

Direção: Kohki Hasei

Blanka, de apenas 11 anos, sobrevive sozinha em Manila pedindo dinheiro e furtando turistas. Ela tem o sonho de comprar uma mãe, mas para isso, precisa fazer inúmeros esforços para conseguir dinheiro suficiente. A oportunidade surge quando ela conhece Peter, um homem de 55 anos, cego e músico de rua, que ensina Blanka a cantar.

 

PANO DE LIMPEZA

(DUST CLOTH)

Turquia, Alemanha | 2015  │ cor  │ 99 min. │ Ficção

Direção: Ahu Öztürk

Nesrin e Hatun são duas faxineiras curdas que vivem em Istambul. A vida delas é uma interminável e constante jornada entre a periferia onde moram e os bairros ricos em que trabalham. Elas vivem no mesmo prédio e a amizade tem uma hierarquia: Hatun se comporta como uma espécie de irmã mais velha de Nesrin.

 

DESCONHECIDA

(COMPLETE UNKNOWN)

EUA │ 2016 │ cor │ 92 min. │ Ficção

Direção: Joshua Marston

Tom comemora seu aniversário com um jantar para alguns amigos em casa, organizado por sua mulher. A misteriosa Alice chega à festa como acompanhante de um dos convidados e Tom fica intrigado com ela. Ele tem certeza que a conhece, apesar de Alice negar. Assim, a reunião se transforma em uma jornada dupla de reconhecimento.

 

FUTURO PERFEITO

(THE FUTURE PERFECT)

Argentina │2016  │ cor │ 65 min. │ Ficção

Direção: Nele Wohlatz

Xiaobin tem apenas 17 anos e não sabia falar uma palavra de espanhol quando chegou à Argentina. No entanto, poucos dias depois, ela já tinha um novo nome, Beatriz, e um emprego em um supermercado chinês. Escondida dos pais, Xiaobin começa a guardar dinheiro e se matricula em uma escola de línguas. Tudo que aprende nas aulas, ela testa nas ruas. Por isso, logo depois da lição sobre “marcar um compromisso”, ela consegue um encontro com Vijay, o cliente indiano do supermercado. Apesar dos dois mal conseguirem se comunicar, eles começam um namoro secreto. Depois de praticar o condicional, o tempo verbal do futuro hipotético, Xiaobin começa a pensar sobre o próprio futuro. E quanto melhor o espanhol dela fica, mais ela intervém na escrita do filme. O Futuro Perfeito se torna, então, a sala de ensaio para sua nova vida.

 

HER COMPOSITION

EUA, Alemanha │ 2015 │ cor │ 93 min. │ Ficção

Direção: Stephan Littger

Uma talentosa estudante de composição musical, mas com um persistente bloqueio criativo, vê sua vida meticulosamente planejada desmoronar e passa a trabalhar como garota de programa de luxo na cidade de Nova York. Ela logo começa a transformar suas experiências com os clientes em música e os homens que visita em sua fonte de inspiração coletiva.

 

LAS PLANTAS

(PLANTS)

Chile | 2015 │ cor │ 93 min. │ Ficção

Direção: Roberto Doveris

Durante o verão, Florencia, uma jovem de 17 anos, precisa cuidar de seu irmão, que se encontra em estado vegetativo. Ela dá banho, troca suas fraldas e aninha-se a ele na cama. De tempos em tempos, a menina lê para o irmão uma história em quadrinhos chamada Las Plantas, sobre almas de vegetais que tomam conta dos corpos das pessoas durante a lua cheia. Esse é também o momento em que Florencia começa a explorar sua sexualidade, conhecendo estranhos por meio da internet.

 

MAÑANA A ESTA HORA

(THIS TIME TOMORROW)

Colômbia, Canadá│ 2016 │ cor │ 85 min. │ Ficção

Direção: Lina Rodriguez

Adelaida, uma garota de 17 anos, vive com os pais em Bogotá, na Colômbia. Lena, a mãe, é planejadora de eventos, e Francisco, o pai, escultor e professor de arte. Ele não se envolve nas questões domésticas, então a maior parte das tarefas da casa e dos filhos acaba com Lena, que já trabalha muito. No auge da angústia da adolescência e vivendo uma crise de identidade, Adelaida está constantemente se estranhando com a mãe: em um minuto é doce, carinhosa, estudiosa e no outro, feroz, tempestuosa e desafiadora. Até que acontece uma tragédia e a família tem de confrontar o maior desafio que já viveram e a incerteza que o dia de amanhã traz.

 

OLHANDO PRAS ESTRELAS

(LOOKING AT THE STARS)

Brasil, EUA, Nicarágua │ 2016 │ cor │ 90 min. │ Documentário

Direção: Alexandre Peralta

O longa é retrato de duas bailarinas que fazem parte da única escola de balé para cegos do mundo — a Associação Fernanda Bianchini, localizada em São Paulo. O documentário acompanha Geyza, a primeira bailarina da companhia e professora, que está se preparando para se casar; e Thalia, uma de suas alunas adolescentes, que está lidando com todas as mudanças de sua idade. Suas histórias vão além do desafio de dançar sem uma referência visual. Como muitos de nós, essas mulheres querem ser boas profissionais, parceiras e amigas, e trabalham com garra para se tornarem a melhor versão de si mesmas.

 

GIRL ASLEEP

Austrália | 2015 │ cor  │ 77 min. │ Ficção

Direção: Rosemary Myers

A beira de fazer 15 anos de idade, Greta Driscoll (Bethany Whitmore) não aceita a ideia de ter que deixar a infância e tudo aquilo que lhe oferece conforto para adentrar em um mundo novo que ela não compreende.

 

O PLANO DE MAGGIE

(MAGGIE’S PLAN)

EUA │ 2015 │ cor │  98 min. │ Ficção

Direção: Rebecca Miller

Maggie é uma mulher vibrante e prática, na casa dos 30 anos que, diante da falta de sucesso no amor, decide ter um filho sozinha. Porém, quando conhece John, um professor de antropologia, e se apaixona pela primeira vez na vida, ela muda seus planos. John está em um casamento infeliz com Georgette e vê a chance de terminar o relacionamento com a excêntrica e dominadora esposa. O novo casal se estabelece e começa sua própria família, mas logo fica claro que esse não era o final feliz que Maggie esperava. Ela, então, cria um novo plano para ajustar as coisas ao seu redor.

 

OSCURO ANIMAL

Colômbia, Argentina, Holanda, Alemanha, Grécia | 2016  │ cor  │ 107 min. │ Ficção

Direção: Felipe Guerrero

O filme conta a história de três mulheres forçadas a abandonar suas casas em uma região da Colômbia devastada pela guerra. A jornada de cada personagem, marcada pelo terror, as leva a uma caminhada a partir das profundezas da selva até os arredores de Bogotá, onde cada uma deve reunir a força necessária para começar uma nova vida.

 

O CAMINHO PARA ISTANBUL

(ROAD TO ISTANBUL)

Argélia, França, Bélgica │ 2016 │ cor  │  98 min. │ Ficção

Direção: Rachid Bouchareb

Quando a polícia notifica Elisabeth de que sua única filha, Elodie, de 19 anos, foi para algum lugar entre o Iraque e a Síria se juntar ao Estado Islâmico, sua vida fica de ponta cabeça. A mãe não consegue entender as motivações da garota e decide partir sozinha em busca de Elodie para tentar convencê-la a mudar de ideia e voltar para a Bélgica.

 

SÁMI BLOOD

(SÁMI BLOOD)

Suécia │ Sweden | 2016 │ cor │ 110 min. │ Ficção

Direção: Amanda Kernell

Elle Marja, de 14 anos, é uma garota da etnia sámi. Exposta ao racismo dos anos 1930 e a exames biológicos em seu colégio interno, ela passa a sonhar com outra vida. Para alcançá-la, a jovem tem que se tornar outra pessoa e cortar todos os laços com sua família e sua cultura.

 

THE FITS

(THE FITS)

EUA │ 2015 │ cor │ 74 min. │ Ficção

Direção: Anna Rose Holmer

A garota Toni, de 11 anos, está fascinada pela equipe de dança que treina no mesmo ginásio em que ela luta boxe. Apaixonada pelo poder e confiança das dançarinas, ela passa cada vez menos tempo lutando com o seu irmão mais velho e acaba entrando na equipe, onde aprende avidamente coreografias e movimentos, e até fura sua orelha para se sentir aceita. Enquanto descobre a alegria de dançar e a camaradagem feminina, Toni tem que lidar com a própria identidade na nova esfera social em que se encontra.

 

CANÇÃO DE LUGAR NENHUM

(NO LAND’S SONG)

França, Alemanha, Irã | 2014 │ cor │ 91 min. │ Documentário

Direção: Ayat Najafi

No Irã, desde a revolução de 1979, as mulheres são proibidas de cantar como solistas em público – ao menos na frente dos homens. Desafiando a censura e os tabus, Sara Najafi, uma jovem compositora, decide organizar um concerto para cantoras solistas. Para apoiar essa iniciativa, Sara e as cantoras iranianas, Parvin Namazi e Sayeh Sodeyfi, convidam três cantoras de Paris – Elise Caron, Jeanne Cherhal e Emel Mathlouthi – para se juntar a elas em Teerã e colaborar em seu projeto musical.

 

24 SEMANAS

(24 WEEKS)

Alemanha │ 2016 │ cor │ 102 min. │ Ficção

Direção: Anne Zohra Berrached

Astrid é uma comediante, que com seis meses de gravidez descobre que seu filho terá sérios problemas ao nascer. Ela e seu marido Marcus têm uma escolha a fazer, mas pouco tempo para isso. Com uma personalidade forte e uma resposta espirituosa para tudo, Astrid agora se sente perdida. Sem conseguir continuar com sua rotina, ela sabe que apenas ela pode tomar essa difícil decisão.

 

PARA ONDE, SENHORA?

(WHERE TO, MISS?)

Alemanha, Índia | 2015 | cor | 83 min. | Documentário

Direção: Manuela Bastian

Tornar-se uma motorista de táxi é o maior sonho de Devki. Mas para alcançar seu objetivo, ela precisa primeiro enfrentar o pai, depois o marido, e por fim, até o padrasto.

 

HEE

(HEE)

Japão | 2016 | cor | 72 min. | Ficção

Direção: Kaori Momoi

Anos depois de relatar a história da morte dos pais em um incêndio pelo qual se sente culpada, Azusa encontra, mais uma vez, o doutor Sanada, seu antigo psiquiatra japonês. Na época, ela o criticou por não ter feito o trabalho corretamente. Na época, ele deixou escapar que ela não era realmente louca. Hoje, Azusa é uma prostituta vivendo em condições precárias em Los Angeles e é acusada de homicídio. Sanada a avalia na presença de um investigador que parece não entender japonês.

 

ARLETTE. CORAGEM É UM MÚSCULO

(ARLETTE. COURAGE IS A MUSCLE)

Suíça, Alemanha | 2015 | cor | 84 min. | Documentário

Direção: Florian Hoffmann

Uma viagem da África até Berlim se transforma em uma inesperada jornada da infância para a idade adulta. O filme se centra em Arlette, uma garota de 15 anos, da República Centro-Africana que sofreu ferimentos graves na última guerra. Em Berlim, uma cirurgia a livra de uma dor contante na perna. Isso a modifica tanto fisicamente quanto mentalmente: de repente, Arlette está na puberdade.

 

OS DECENTES

(A DECENT WOMAN)

Áustria, Coreia do Sul, Argentina | 2016 | cor | 100 min. | Ficção

Direção: Lukas Valenta Rinner

Uma empregada, que trabalha em um condomínio fechado na periferia de Buenos Aires, embarca em uma jornada de liberação sexual e mental depois que adentra os portões de segurança máxima e se depara com um clube de swing naturista.

 

THE STOPOVER

(THE STOPOVER)

França, Grécia |2016 | cor | 102 min. | Ficção

Direção: Delphine Coulin, Muriel Coulin

Ao final da temporada de serviço no Afeganistão, duas jovens militares, Aurore e Marine, ganham três dias de “licença de descompressão” com o restante do pelotão em meio aos turistas em um resort cinco estrelas no Chipre. No entanto, não será fácil esquecer a guerra e deixar a violência para trás.

 

ZOOLOGY

(ZOOLOGY)

Rússia, França, Alemanha | 2016 | cor | 87 min. | Ficção

Direção: Ivan I. Tverdovsky

Natasha é uma mulher de meia-idade que trabalha em um zoológico e que ainda mora com a mãe numa pequena cidade litorânea. Ela se vê presa em uma entediante rotina até que um dia descobre que um rabo está nascendo em seu corpo, o que faz sua vida virar do avesso.

 

ENCARANDO MEU PRATO

(QUIT STARING AT MY PLATE)

Croácia | 2016 | cor | 105 min. | Ficção

Direção: Hana Jušić

Quando o dominante pai de Marijiana fica muito doente, ela acaba assumindo o papel de líder da família. A garota passa a tomar conta de sua mãe, uma mulher irresponsável, e do irmão mais velho, que tem problemas mentais. Essa nova posição a permite explorar sua força e sexualidade e dá a ela um gosto de liberdade.

 

COMA

(COMA)

Síria, Líbano | 2015 | cor | 97 min. | Documentário

Direção: Sara Fattahi

O filme mostra o microcosmo de três gerações de mulheres de uma mesma família. Uma observação detalhada de seus movimentos entre o presente e um passado sempre existente. Coexistindo, mas separadas pela idade e pelo tempo que cada uma carrega em si, elas dividem as experiências dolorosas e a busca por um modo de viver apesar das perdas e da agonia da guerra ao redor.

 

Foto: Cena de Fukushima, Mon Amour



No artigo

x