Foto de menina negra sobre representatividade recebe milhares de comentários racistas

Garota foi atacada por uma enxurrada de comentários preconceituosos; muitos sugeriam que comprasse produtos com a estampa de um macaco para se ver representada.

4295 0

Garota foi atacada por uma enxurrada de comentários preconceituosos; muitos sugeriam que comprasse produtos com a estampa de um macaco para se ver representada

Por Maíra Streit

A foto de uma menina negra segurando um cartaz com os dizeres “Não me vejo, não compro” tem gerado discussão nas redes sociais. Na imagem, postada no Facebook pelo usuário Ronald JF Santos Cruz, ela aparece em frente a produtos da personagem Barbie.

A intenção da foto era ressaltar a questão da representatividade, uma vez que garotas negras não se sentem incluídas na indústria midiática, sempre disposta a impor às crianças um ideal de beleza padronizado.

No entanto, em poucos dias o que se viu foi uma enxurrada de milhares de comentários racistas. Alguns, por exemplo, sugeriram que a menina comprasse produtos com a estampa de um macaco.

Os casos podem ser considerados crime cibernético, por promoverem o ódio e a violência contra indivíduos com base em questões raciais. Denúncias desse tipo de atitude podem ser feitas no site da ONG SaferNet e, após análise, serão enviadas para o Ministério Público e a Polícia Federal para que se inicie uma investigação.

racista4

racista3

racista5

racista2

racista6

racista1



No artigo

x