Candidato com “nojo de pobre” é eleito prefeito de Curitiba com 53,4% dos votos

Rafael Greca, do PMN, foi eleito neste domingo (30), após criar polêmica ao afirmar que quase vomitou uma vez ao sentir "cheiro de pobre".

3476 0

Rafael Greca, do PMN, foi eleito neste domingo (30), após criar polêmica ao afirmar que quase vomitou uma vez ao sentir “cheiro de pobre”

Por Redação

Neste domingo (30), Curitiba elegeu Rafael Greca, do PMN, como prefeito com 53,4% dos votos no segundo turno.  Ley Leprevost, do PSD, teve 46,6%. Resultado foi confirmado com 94% das urnas apuradas.

A polêmica na qual se envolveu Greca em sabatina na PUC do Paraná – quando afirmou que quase vomitou com “cheiro de pobre” ao ajudar um homem – não afetou diretamente a campanha, que já no primeiro turno contava com 38,38% dos votos válidos.

As pesquisas apontavam Greca e Leprevost com empate técnico, com 51% e 49% respectivamente. Após a declaração, o candidato do PMN pediu desculpas publicamente.

Entretanto, voltou a ser centro de controvérsia ao se intitular “urbanista”. O Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) questionou o título junto à Justiça, uma vez que Greca é formado em Engenharia Civil.

Foto: Reprodução/Facebook



No artigo

x