STF aceita denúncia e torna Renan Calheiros réu pela primeira vez

O senador é acusado de de pagar com recursos ilícitos pensão para uma filha entre 2004 e 2006. Por Redação...

920 0

O senador é acusado de de pagar com recursos ilícitos pensão para uma filha entre 2004 e 2006.

Por Redação

Por oito votos favoráveis e três contrários, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) aprovaram o recebimento parcial da denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O senador é acusado de de pagar com recursos ilícitos pensão a uma filha entre 2004 e 2006.

Essa é a primeira vez que Renan Calheiros se torna réu em ação penal no STF. A investigação sobre os pagamentos de pensão começou em 2007 e, à época, foi um dos motivos que levaram Renan a renunciar à presidência do Senado.

Como presidente do Senado, Renan tem a prerrogativa de ter sua situação discutida no plenário do Supremo Tribunal Federal. Por meio de uma nota, o presidente do Senado disse que recebeu a denúncia com “tranquilidade e que não há provas contra ele, apenas suposição”.

“O Senador Renan Calheiros recebeu com tranquilidade a decisão do STF e permanece confiante na Justiça. A aceitação da denúncia, ainda que parcial, não antecipa juízo de condenação. Ao contrário, o debate entre os ministros evidenciou divisão e dúvidas quanto a consistência dos indícios do Ministério Público, qualificados como precários por vários deles, inclusive por alguns que aceitaram a denúncia. Não há prova contra o Senador, nem mesmo probabilidades, apenas suposição”, escreveu.

 

 



No artigo

x