De luto pela morte do filho, Tati Quebra Barraco recebe mensagens de ódio

Em nota oficial, equipe da cantora lamentou ataques: “Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho".

2737 0

Em nota oficial, equipe da cantora lamentou ataques: “Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho”

Por Redação

Após a morte do filho, Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, a cantora Tati Quebra Barraco vem recebendo uma série de mensagens de ódio nas redes sociais. Em nota oficial, a equipe da funkeira lamentou os ataques, classificados como “completamente desumanos”. “Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho”, diz um trecho do texto publicado ontem (11) na internet.

O comunicado ainda rebateu a versão da Polícia Militar sobre as circunstâncias em que o jovem foi baleado. “Esperamos que a verdade – sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu – chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos”, prosseguiu.

Yuri foi morto a tiros durante uma operação policial na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde morava. Ele foi baleado no rosto e chegou a ser levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas não resistiu. Tati acusa policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de terem efetuado os disparos.



No artigo

x