“Comigo, não vai ficar barato”, diz segurança agredida por homem em MG

"Foi a primeira e a última vez que sofri esse tipo de agressão", garantiu Edvania Nayara.

3155 0

“Foi a primeira e a última vez que sofri esse tipo de agressão”, garantiu Edvania Nayara

Por Redação

A segurança Edvania Nayara, de 23 anos, foi covardemente agredida pelo empresário Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos, durante uma festa no clube Atalaia, em Três Corações (MG). A violência, registrada em vídeo, movimentou as redes sociais no último fim de semana, causando indignação e revolta.

O homem aparece aparece dando um soco e um chute no rosto de Edvania. Ele estava discutindo no carro com a esposa, que é delegada, quando passou a espancá-la com socos, tapas e puxões de cabelo. A guarda tenta intervir na situação, mas também é agredida.

Uma ocorrência foi registrada por lesão corporal e Luiz Felipe recebeu voz de prisão da Polícia Militar. Segundo o documento, ele chegou a acertar uma terceira pessoa com um soco na boca, quebrando dois dentes da vítima, e estava portando um canivete.

Em entrevista à Veja São Paulo, a segurança falou sobre o episódio. Disse que viu a mulher de Luiz Felipe pular do veículo ainda em movimento, quando ele parou alguns metros depois e começou a puxá-la pelos cabelos.

“A mulher arrancou a chave e jogou em minha direção pedindo para que eu sumisse com ela. Eu joguei a chave longe e foi quando ele veio em minha direção. Chamei outro segurança pelo rádio e disse que ele não podia fazer aquilo e que ia chamar a polícia. Aí ele me deu o tapa e eu caí no chão”, narrou.

Edvania fez questão de ressaltar que o caso não ficará impune. “Eu vou procurar a Justiça para que ele nunca mais faça isso com outras mulheres. Na delegacia, a irmã dele me contou que ele agride a mulher constantemente. Comigo não vai ficar barato. Foi a primeira e a última vez que sofri esse tipo de agressão”, garantiu.

Atenção: Imagens fortes



No artigo

x