Temer terá que fazer pronunciamento, mas morre de medo de protestos

Assessores resistem à convocação da rede nacional. Aliados de Temer tentam minimizar a possibilidade de panelaços ou reações contrárias ao presidente durante o pronunciamento e dizem que o peemedebista “não está preocupado com a baixa popularidade”

1679 0

Assessores resistem à convocação da rede nacional. Aliados de Temer tentam minimizar a possibilidade de panelaços ou reações contrárias ao presidente durante o pronunciamento e dizem que o peemedebista “não está preocupado com a baixa popularidade”

Da Redação com informações do Broadcasting Político

O presidente Michel Temer deve fazer pronunciamento de final de ano em cadeia nacional de rádio e TV, mas teme protestos e panelaço. A ideia é fazer um balanço dos sete meses de governo e sinalizar à população que continua empenhado em ter uma marca do seu trabalho.

O objetivo, de acordo com auxiliares do presidente, é destacar as medidas aprovadas pelo governo – como a PEC do Teto de Gastos, conhecida como “PEC do Fim do Mundo” – e também ressaltar a importância da reforma da Previdência e Trabalhista – uma pérola que acaba com direitos históricos de trabalhadores e é rejeitada pela ampla maioria da população – que ainda não foi enviada ao Congresso, mas que pode sair por meio de medida provisória.

Temer deve ainda falar um pouco das projeções para o futuro e destacar que o governo seguirá em 2017 trabalhando para adotar medidas para a retomada do crescimento. A expectativa do país, ao menos de 62% da população, de acordo com o Datafolha, é que o governo Temer não terá futuro.

Assessores resistem à convocação da rede nacional. Aliados de Temer tentam minimizar a possibilidade de panelaços ou reações contrárias ao presidente durante o pronunciamento e dizem que o peemedebista “não está preocupado com a baixa popularidade”, como têm mostrado recentes pesquisas divulgadas.

No Palácio do Planalto, há quem defenda que o formato seja outro, como um café com jornalistas ou uma entrevista coletiva. Temer deu declaração durante cerimônia de comemoração do Natal com crianças da Escola Rural Boa Vista, de Sobradinho, cidade-satélite do Distrito Federal, na última sexta-feira (16) de que poderia “ficar comodamente instalado nas mordomias da Presidência e nada patrocinar”.

Está gostando dessa matéria? Para continuar fazendo jornalismo como esse, a Fórum precisa do seu apoio. Seja sócio!

http://www.revistaforum.com.br/socio/



No artigo

x