Apresentador critica governador do Amazonas e é demitido de afiliada da Globo

No dia seguinte ao comentário feito ao vivo, o jornalista Clayton Pascarelli recebeu a notícia de que estava fora da emissora.

1963 0

No dia seguinte ao comentário feito ao vivo, o jornalista Clayton Pascarelli recebeu a notícia de que estava fora da emissora

Por Redação

Um dia depois de criticar o governador do Amazonas, José Melo (Pros), o jornalista Clayton Pascarelli foi demitido da Rede Amazônica, afiliada da TV Globo. “Desse governo nada mais me assusta”, afirmou o apresentador durante a edição de terça-feira (3) do ‘Bom Dia Amazônia’. Logo na manhã de quarta (4), ele recebeu a notícia de que estava fora da emissora.

Pascarelli comandava o programa desde janeiro de 2013. O trabalho no canal durou 11 anos, começando como estagiário e passando pelas funções de produtor e repórter antes de se tornar âncora. Em seu perfil no Facebook, o jornalista confirmou a saída da empresa, mas não citou a possibilidade de a demissão ter algum tipo de ligação com o comentário feito ao vivo.

Funcionários da TV ouvidos pelo Portal Comunique-se reforçaram a ideia que, de fato, essa teria sido a motivação principal. Segundo eles, que preferiram manter suas identidades em sigilo, o diretor e um dos sócios da Rede Amazônica, Aluísio Daou, chegou à redação gritando que seu telefone não parava de tocar “por causa do comentário do apresentador”.

Quer viajar em 2017? Fique sócio e concorra ao sorteio da Fórum! Você pode ir pra Cuba por nossa conta!

A crítica de Pascarelli foi feita em um momento em que o governo do estado se vê pressionado diante do massacre ocorrido no Complexo Penitenciária Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. No início da semana, 56 detentos foram mortos após uma rebelião que aconteceu durante cerca de 17 horas.

Foto: Reprodução/Facebook



No artigo

x