Lula entra com ação contra promotor que pediu sua prisão e quer indenização de R$1 milhão

A ação de reparação por danos morais foi protocolada contra Cassio Roberto Conserino, do MP-SP que, sem provas, pediu a prisão preventiva do ex-presidente no ano passado pelo caso do triplex do Guarujá (SP)...

1369 0

A ação de reparação por danos morais foi protocolada contra Cassio Roberto Conserino, do MP-SP que, sem provas, pediu a prisão preventiva do ex-presidente no ano passado pelo caso do triplex do Guarujá (SP) e, pelo Facebook, se referiu a Lula como ‘encantador de burros’. O valor da indenização, de acordo com os advogados de Lula, se deve “a extensão dos danos causados e, ainda, a capacidade econômico-financeira” do promotor

Por Redação

Advogados do ex-presidente Lula protocolaram na tarde desta quinta-feira (12) ação de reparação por danos morais contra o promotor de Justiça Cassio Roberto Conserino, do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP). A iniciativa vem em meio a um levante de Lula contra as arbitrariedades da Justiça que vêm o cercando, visto que recentemente o ex-presidente entrou com ações também contra o delegado da Polícia Federal Filipe Pace, o procurador da República Deltan Dellagnol e o juiz federal Sérgio Moro.

O motivo da nova ação, que deverá ser encaminhada a uma Vara Cível de São Bernardo do Campo, é o pedido – sem provas – de prisão preventiva de Lula que Conserino fez à Justiça estadual no ano passado em meio as investigações do “triplex” do Guarujá (SP).

Quer viajar em 2017? Fique sócio e concorra ao sorteio da Fórum! Você pode ir pra Cuba por nossa conta!

O valor pedido de indenização, de acordo com os advogados do ex-presidente, se deve “a extensão dos danos causados e, ainda, a capacidade econômico-financeira” do promotor”.

“A atuação dolosa do réu no exercício de suas funções foi confirmada por dois fatos supervenientes, o abandono da causa pelo réu, após a Justiça excluir Lula da sua esfera de atuação funcional – alegando ‘motivo de foro íntimo’) e, ainda, pela reprodução e divulgação de publicação manifestamente ofensiva ao ex-presidente, tratado como ‘Encantador de Burros’) em conta do réu em rede social (Facebook)”, escreveram os advogados do petista

Conserino, ao saber da ação, ironizou: “Estou morrendo de medo”.



No artigo

x