“Cidade Linda” ou cidade cinza? “Foram 7 anos filmando o que você está apagando”

A equipe do documentário “Cidade Cinza”, filme referência sobre o grafite em São Paulo e a luta dos artistas contra uma cidade sem cor, fez uma lista com “dicas” ao prefeito João Doria, que...

7602 0

A equipe do documentário “Cidade Cinza”, filme referência sobre o grafite em São Paulo e a luta dos artistas contra uma cidade sem cor, fez uma lista com “dicas” ao prefeito João Doria, que está apagando grafites e pixações pela cidade, e deixou um aviso: “Não crie uma curadoria. Isso vai te machucar”

Por Redação

O prefeito João Doria (PSDB) vem retomando na cidade de São Paulo uma antiga política que foi tema central do documentário Cidade Cinza (faça o download do filme aqui). Lançado em 2008, o filme de Marcelo Mesquita e Guilherme Valiengo retrata a luta de artistas urbanos contra prefeitos e autoridades que insistem em manter a capital paulista cinza e sem cor.

Com a operação “Cidade Linda”, Doria vem protagonizando cenas muito simbólicas ao apagar obras – autorizadas ou não pela antiga gestão – com um spray de cor cinza.

Pelas redes sociais, internautas já se mobilizam na campanha #culturanãoseapaga e, nesta segunda-feira (16), a equipe do documentário Cidade Cinza, pelo Facebook, divulgou uma lista com “dicas” ao prefeito Doria com relação à temática do grafite e da pichação na cidade.

“Assista ao Cidade Cinza. Foram 7 anos filmando o que você está apagando”, sugerem. Confira a lista completa.

5 CONSELHOS PARA O PREFEITO João Doria E SUA CIDADE LINDA:
1- Antes de apagar, pergunte-se: Por que será que existem tantos por aí?
2 – Não crie uma curadoria, isso vai te machucar.
3 – Entenda os grafites e as pixações como vozes. Vozes que vem da rua, do povo, e estão ali te dando uma dica sobre o que fazer… Basta ouvir. Ao apagar, você cala o povo.
4 – Se acha a Cidade feia, construa mais parques, plante mais árvores e levante menos muros. Vai ajudar.
5 – Assista ao @cidadecinzafilme // Foram 7 anos filmando o que você está apagando. E Prefeito, #culturanãoseapaga.



No artigo

x