Rodrigo Maia vai à posse de correligionário com avião da FAB e gasta, no mínimo, 20 vezes mais

Em tempos de redução de despesa, austeridade e denúncias de gastos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), usou o avião da FAB para ir à posse de seu correligionário José Crespo (DEM), em sua posse como prefeito de Sorocaba (SP). De acordo com...

856 0

Em tempos de redução de despesa, austeridade e denúncias de gastos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), usou o avião da FAB para ir à posse de seu correligionário José Crespo (DEM), em sua posse como prefeito de Sorocaba (SP). De acordo com informações de auxiliares de Michel Temer, quando o mesmo ainda era interino, em junho de 2016, e proibiu Dilma Roussef de usar voos da FAB, a hora/voo em um Legacy 145 era de R$ 20 mil.

Da Redação com Informações do Radar On-Line

Em tempos de redução de despesa, austeridade e denúncias de gastos, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), usou o avião da FAB para ir de Salvador à posse de seu correligionário José Crespo (DEM), como prefeito de Sorocaba (SP). O trajeto de Salvador para São Paulo dura cerca de duas horas e o custo varia de R$ 250,00 a R$ 2.000 mil.

De acordo com informações de auxiliares de Michel Temer, quando o mesmo ainda era interino, em junho de 2016, e proibiu Dilma Roussef de usar voos da FAB, a hora/voo em um Legacy 145 era de R$ 20 mil.

Um avião de carreira resolveria o problema.

Maia justificou o uso da aeronave por se tratar de um evento oficial. Ele estava em Salvador (BA) no mesmo dia, em outra solenidade.

 



No artigo

x