Carne vai subir em abril em São Paulo. Este é mais um presente de Alckmin

As carnes de boi, de porco e de frango devem ficar mais caras a partir de primeiro de abril no Estado de São Paulo. Este é mais um presente do governador Geraldo Alckmin ao povo de São Paulo.

1465 0

As carnes de boi, de porco e de frango devem ficar mais caras a partir de primeiro de abril no Estado de São Paulo. Este é mais um presente do governador Geraldo Alckmin ao povo de São Paulo.

Da Redação com Informações do Agora

As carnes de boi, de porco e de frango devem ficar mais caras a partir de primeiro de abril no Estado de São Paulo. Este é mais um presente do governador Geraldo Alckmin ao povo de São Paulo.

No final do ano passado, o governo estadual decretou o fim da isenção fiscal para frigoríficos, supermercados e açougues, em vigor desde 2009.

O impacto para o consumidor deve ser um aumento entre 6% e 7%, em média, afirma Eduardo Kawakami, vice-presidente da Apas (Associação Paulista de Supermercados).

O quilo do músculo, por exemplo, que custava em média R$ 18,07 em dezembro na capital, pode ficar até R$ 1,30 mais caro.

Embora o Estado tenha aumentado a alíquota para abatedouros e supermercados, apenas esses últimos terão um aumento de custos.

Como o ICMS funciona em um sistema de crédito e débito ao longo do processo, a cobrança de 7% para frigoríficos é “cancelada” pelo crédito de 7% que as empresas obtêm na compra do animal.

 



No artigo

x