Prefeitura tucana cancela carnaval de São Luiz do Paraitinga

A razão para o cancelamento é a falta de recursos. O carnaval, no entanto, custa em torno de R$ 900 mil e arrecada cerca de R$ 20 milhões, ou seja, a conta não fecha....

1148 0

A razão para o cancelamento é a falta de recursos. O carnaval, no entanto, custa em torno de R$ 900 mil e arrecada cerca de R$ 20 milhões, ou seja, a conta não fecha. A razão para o encerramento parece fazer parte de austeridade seletiva tucana. Vários equipamentos culturais em todo o estado, como a Sinfônica de São José dos Campos, as Oficinas Culturais da Cadeia Velha de Santos entre muitos outros têm sido fechados.

Da redação

Em audiência pública realizada nesta segunda-feira (23), a prefeita Ana Lúcia Sicherle (PSDB), anunciou que São Luiz do Paraitinga não vai realizar o tradicional carnaval de marchinhas de 2017. De acordo com a ela, a prefeitura deve R$ 2.364.700, valor que compromete 12,78% do orçamento da cidade. Com isto, o município não consegue arcar com os custos da festa, estimados em R$ 800 mil.

O carnaval de São Luiz costuma levar para a cidade mais de 150 mil foliões todos os anos. Além disso, injeta algo em torno de R$ 20 milhões na economia da cidade, ou seja, nas suas pousadas, restaurantes e demais serviços. Cancelar a festa é, portanto, uma conta que não fecha e parece fazer parte da austeridade seletiva tucana, que tem encerrado ou fechado diversos equipamentos culturais em todo o estado de São Paulo, como a Sinfônica de São José dos Campos, as Oficinas Culturais da Cadeia Velha de Santos entre muitos outros.

O anúncio confirmou os boatos que circulavam pela cidade nas últimas semanas, de que a festa poderia não acontecer. A prefeitura chegou a procurar apoio de patrocinadores externos para viabilizar o evento, mas as negociações não se concretizaram.

Durante a audiência, a prefeita afirmou que a prefeitura já está se preparando para o carnaval do ano que vem. “O carnaval não vai parar. A gente não vai ter esse ano, mas prometo que em 2018 teremos um carnaval maravilhoso”, disse.

A cidade também tem uma dívida de cerca de R$ 1.2 milhão com o INSS. Apesar da situação financeira crítica, a prefeitura descarta decretar estado de calamidade.

“A dívida é pagável. Vamos tentar, durante todo o ano, quitar totalmente a dívida, para que no ano que vem a prefeitura volte à sua engrenagem normal e a gente possa voltar a fazer a nossa festa. Ficamos tristes, porque a gente sabe da importância social, cultural e econômica para o município”, completou o secretário Netto Campos.

O tradicional Carnaval de São Luiz do Paraitinga

O carnaval de São Luiz do Paraitinga é um dos mais originais e tradicionais do Brasil. A cidade, berço de músicos consagrados como Elpídio dos Santos – compositor dos filmes de Mazzaropi – Grupo Paranga, Galvão Frade entre outros, é um reservatório de cultura popular.

O carnaval acontece todos os anos de maneira bem diferente do que no resto do país. Lá as marchinhas são originais, os blocos são tradicionais, como o do “Seu Barbosa”, ex-motorista do ônibus escolar da cidade, “Maricota”, “Destrambelhados” entre outros e os shows são, normalmente, de artistas locais e a decoração é ligada a motivos populares. Todos os anos, antes do carnaval, a prefeitura realiza um festival de marchinhas, que também corre risco.

Festival de Marchinhas também é incerto

Mais barato do que o carnaval, o Festival de Marchinhas também ainda não foi confirmado. Nos últimos dias, empresários da cidade têm negociado com a administração municipal um apoio para a realização da festa. Uma reunião será realizada nesta terça (24) à noite para definir o caso.

Foto: Cris Bittencourt/Secom

 



No artigo

x