Cármen Lúcia deve sortear nesta semana a relatoria da Lava-Jato

Depois de homologar as 77 delações da Odebrecht, presidente do STF pretende fazer um sorteio entre os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello, integrantes da 2ª Turma do tribunal, da qual Teori Zavascki fazia parte.

602 0

Depois de homologar as 77 delações da Odebrecht, presidente do STF pretende fazer um sorteio entre os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello, integrantes da 2ª Turma do tribunal, da qual Teori Zavascki fazia parte

Por Redação

A presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, pretende fazer um sorteio entre os integrantes da 2ª Turma do tribunal, da qual Teori Zavascki fazia parte, para decidir quem irá assumir a relatoria da Operação Lava-Jato. A escolha deve ser feita já nesta quarta-feira (1). Os candidatos são os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

No entanto, Cármen Lúcia tem conversado com os outros nove ministros do STF sobre a possibilidade de Edson Fachin mudar da Primeira para a Segunda Turma para completar o grupo que analisa a operação. Caso isso seja feito, ele poderá ser incluído no sorteio. Na segunda-feira (30), a presidenta homologou 77 delações da empresa Odebrecht, com o objetivo de evitar atrasos no andamento da investigação.

Ao novo relator, caberá retirar ou não o sigilo dos depoimentos de pessoas ligadas à empreiteira, o que é aguardado com expectativa pela maioria da população, pois deve revelar o envolvimento de importantes figuras da política nacional em esquemas de corrupção.

O ministro que for sorteado vai assumir apenas os casos de Teori relacionados à Lava Jato. As outras 7,5 mil ações dele serão destinadas ao novo ministro indicado por Michel Temer.

Com informações da Folha de S. Paulo
Foto: EBC



No artigo

x