Em vigília no hospital, militantes recebem Temer com gritos de “golpista”

Políticos do PMDB e PSDB também estiveram no local para prestar solidariedade a Lula e familiares de Marisa Letícia

823 0

Políticos do PMDB e PSDB também estiveram no local para prestar solidariedade a Lula e familiares de Marisa Letícia

Da Redação

O atual presidente Michel Temer esteve no hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, para prestar solidariedade a Lula e familiares pela perda de Marisa Letícia. Militantes que fazem vigília na porta do hospital receberam Temer com gritos de “golpista”.

Junto com Temer, foram ao hospital os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Eduardo Braga (PMDB-AM), Edison Lobão (PMDB-MA) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), além do também senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB-MA). Estiveram também o presidente do Senado, Eunício de Oliveira (PMDB-CE) acompanhou o grupo, os ministros Helder Barbalho (PMDB-PA), da Integração Nacional, José Serra (PSDB-SP), das Relações Exteriores, Henrique Meirelles, da economia, e Moreira Franco, que nesta quinta (2) foi elevado ao cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Citado 34 vezes em um das delações da Odebrechet, agora, com a manobra de Temer, Moreira Franco passa a ter foro privilegiado no STF.

Assista ao vídeo:



No artigo

x