Vereadora do PSOL denuncia racismo no aeroporto de Brasília

Marielle Franco fez um desabafo no Facebook e contou que o constrangimento pelo qual passou incluiu inspeção no corpo e nos cabelos.

1563 0

Marielle Franco fez um desabafo no Facebook e contou que o constrangimento pelo qual passou incluiu inspeção no corpo e nos cabelos

Por Redação

A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) contou ter sido vítima de uma vistoria constrangedora no aeroporto de Brasília.

Em uma postagem feita em sua página no Facebook ontem (12), ela afirmou que a inspeção foi realizada não só na bagagem de mão, como também no seu corpo e cabelos.

Para a vereadora, a atitude foi mais um lamentável episódio de racismo. “Sim, meu black incomoda. Minha negritude incomoda”, escreveu.

Veja abaixo o relato na íntegra.

Procedimento de inspeção aérea?
Abordagem aleatória?
No aeroporto de Brasília o “aleatoriamente” se confirmou em regra. Mais uma mulher negra é inspecionada. Sim, eu!
Incluindo a verificação da bagagem de mão, estojo de canetas e até mesmo as necessaires. E, o mais constrangedor, o CORPO. Incluindo sutiã e pés descalços, sendo que eu usava sandálias abertas.
Mas o fechamento estava por vir: até meu cabelo foi vasculhado (mesmo estando solto, sem turbante)! Tocaram na minha coroa.
Mas a esperança está na solidariedade de uma baiana que, depois de também ser revistada e olhando nos meus olhos, disse:
– Que não te constranjam mais!
Sim, meu black incomoda.
Minha negritude incomoda.
Racismo: não passará!

Foto: Divulgação



No artigo

x