De Israel, Humberto Costa grava vídeo se explicando sobre críticas ao PT na Veja

O senador Humerto Costa grava vídeo, direto de Israel, onde explica a sua escolha pelas páginas amarelas da revista Veja, conhecida por espalhar boatos sobre Lula e Dilma, para fazer uma autocrítica em relação à praticas do Partido dos Trabalhadores. Costa destaca que foi...

1162 0

O senador Humberto Costa grava vídeo, direto de Israel, onde explica a sua escolha pelas páginas amarelas da revista Veja, conhecida por espalhar boatos sobre Lula e Dilma, para fazer uma autocrítica em relação à praticas do Partido dos Trabalhadores. Costa destaca que foi elogiado pelo conteúdo do que declarou e que seu objetivo era falar aos “paneleiros”. A entrevista de Costa foi muito criticada nas redes sociais, especialmente pela militância petista e de esquerda.

Da Redação

O senador Humerto Costa grava vídeo, direto de Israel, onde explica a sua escolha pelas páginas amarelas da revista Veja, conhecida por espalhar boatos sobre Lula e Dilma, para fazer uma autocrítica em relação à praticas do Partido dos Trabalhadores.

Para Costa, falar à Veja e a outros grandes veículos de comunicação é uma prática cotidiana no Senado e usada também, diversas vezes, por Lula e Dilma. Costa disse que Lula, por exemplo, escreveu recentemente dois artigos à Folha. Pela sua comparação não há distinção entre a publicação de um artigo e uma entrevista aberta, que permite edição, às páginas amarelas da Veja. Mas o próprio Costa reclama da edição da entrevista no vídeo.

Costa destaca que foi elogiado pelo conteúdo do que declarou e que seu objetivo era falar com as pessoas que foram as ruas e bateram panela contra Dilma e que hoje estariam decepcionadas com o atual governo.

Mas o fato é que mais do que elogios, a entrevista de Costa foi muito criticada nas redes sociais, especialmente pela militância petista e de esquerda.

Viagem a Israel

O senador Humberto Costa gravou o vídeo de Israel, onde está em missão oficial do Senado, recebendo uma diária de sete dias no valor de R$ 9.201,92, segundo o portal da transparência do Senado.



No artigo

x