Jogador brasileiro é vítima de racismo da torcida na Sérvia, reage e é agredido por adversários

O brasileiro Everton Luiz, do Partizan Belgrado, foi alvo de cânticos e atos racistas por parte da torcida do Rad, no confronto entre os clubes pelo Campeonato Sérvio, no domingo. O meia reagiu à arquibancada com um gesto obsceno e foi agredido por jogadores...

1180 0

O brasileiro Everton Luiz, do Partizan Belgrado, foi alvo de cânticos e atos racistas por parte da torcida do Rad, no confronto entre os clubes pelo Campeonato Sérvio, no domingo. O meia reagiu à arquibancada com um gesto obsceno e foi agredido por jogadores do time adversário.

Da Redação com Informações da TV sérvia “B92”

O brasileiro Everton Luiz, do Partizan Belgrado, foi alvo de cânticos e atos racistas por parte da torcida do Rad, no confronto entre os clubes pelo Campeonato Sérvio, no domingo. O meia reagiu à arquibancada com um gesto obsceno e foi agredido por jogadores do time adversário. Everton deixou o campo às lagrimas e precisou ser consolado pelo goleiro Filip Kljajic, que o abraçou e o levou até o túnel do vestiário.

Durante toda partida, cada vez que tocava na bola, Everton foi chamado de macaco e ouviu sons que lembravam o animal. Pouco antes do final do confronto, o jogo foi brevemente interrompido quando apoiantes Rad também abriram uma bandeira com uma mensagem insultante contra o brasileiro. Everton chegou a se dirigir aos adeptos o que gerou mais insultos contra ele.

“Eu não conseguia segurar as lágrimas porque eu recebi insultos racistas das arquibancadas em 90 minutos. Mas fiquei, sobretudo, chocado com a atitude dos jogadores adversários, em vez de acalmar a situação apoiaram esse tipo de comportamento. Quero esquecer o mais rapidamente possível”, disse ao canal de TV sérvio.

O Partizan Belgrado venceu a partida por 1 a 0 e permanece em segundo na classificação, com 51 pontos, atrás de Red Star, que tem seis pontos a mais.

 



No artigo

x