Tucanos e governo Temer articulam para “endireitar” a UNE

PSDB e Palácio do Planalto articulam para lançar candidatura de direita na UNE. Carina Vitral (foto), presidente da entidade, diz que, apesar da intromissão do governo em uma entidade independente ser “preocupante”, a participação dos tucanos “que há muito perderam espaço no movimento estudantil,...

1363 0

PSDB e Palácio do Planalto articulam para lançar candidatura de direita na UNE. Carina Vitral (foto), presidente da entidade, diz que, apesar da intromissão do governo em uma entidade independente ser “preocupante”, a participação dos tucanos “que há muito perderam espaço no movimento estudantil, é bem vida”.

Da Redação

O PSDB e o Palácio do Planalto articulam para tirar a União Nacional dos Estudantes (UNE) das mãos do PT, PCdoB e da União Juventude Socialista. O candidato inventado pelos golpistas para o comando da UNE, entidade historicamente de esquerda, é o presidente da Juventude Nacional do PSDB, Henrique Vale (PR).

O projeto, que inclui o controle dos diretórios acadêmicos das universidades públicas, é mudar, a médio prazo, o perfil ideológico dos estudantes.

Para Carina Vitral, presidente da UNE, a articulação junto ao governo Temer é preocupante, pois o movimento estudantil é independente dos governos. Ao mesmo tempo, ela diz que a “UNE é uma entidade democrática e plural, portanto é bem-vinda a organização dos tucanos no movimento estudantil, que há muito tempo perderam espaço na juventude”, concluiu.

Foto: Vitor Vogel



No artigo

x