Homem é expulso de bloco em São Paulo por assédio

Debaixo de vaias e aos gritos de: “Machistas, não passarão”, um homem foi expulso neste sábado (25), do bloco "77 - Os Originais do Punk", na Zona Oeste de São Paulo, após assediar duas mulheres que participavam do cortejo.

1009 0

Debaixo de vaias e aos gritos de: “Machistas, não passarão”, um homem foi expulso neste sábado (25), do bloco “77 – Os Originais do Punk”, na Zona Oeste de São Paulo, após assediar duas mulheres que participavam do cortejo.

Da Redação com Informações do G1

Debaixo de vaias e aos gritos de: “Machistas, não passarão”, um homem foi expulso neste sábado (25), do bloco “77 – Os Originais do Punk”, na Zona Oeste de São Paulo, após assediar duas mulheres que participavam do cortejo.

Anderson Boscari, um dos organizadores do cordão, relatou ao G1 o ocorrido. “Ele passou a mão em duas das nossas integrantes, eu vi lá de cima e resolvi fazer algo. A gente é totalmente contra a violência”, disse.

O cordão circula desde 2014 pelas ruas da Vila Madalena transformando o repertório punk rock em marchinhas. O cortejo deste ano teve como temas o fim da polícia militar, o combate à homofobia, e à discriminação. “Não aceitamos racistas, machistas e homofóbicos” – alertam os organizadores. A Frase estampa a camiseta do bloco.

Durante o desfile, mulheres usaram fitas vermelhas amarradas no braço para indicar que poderiam ser acionadas caso alguma foliona se sentisse intimidada ou fosse assediada e precisasse de ajuda.

O cortejo percorreu ruas da Vila Madalena arrastando dezenas de pessoas. Fãs do gênero musical levaram os filhos para participar da folia.

 



No artigo

x