Seminário internacional no Rio questiona estereótipos e discute papel das periferias

Encontro acontecerá nos dias 16 e 17 de março no Galpão Bela Maré, no Complexo da Maré, Rio de Janeiro, e reunirá intelectuais, pensadores e ativistas de 15 países, incluindo o Brasil. Entre os objetivos estão o fortalecimento de uma rede internacional de organizações...

913 0

Encontro acontecerá nos dias 16 e 17 de março no Galpão Bela Maré, no Complexo da Maré, Rio de Janeiro, e reunirá intelectuais, pensadores e ativistas de 15 países, incluindo o Brasil. Entre os objetivos estão o fortalecimento de uma rede internacional de organizações que atuam nas periferias e a quebra de estigmas relacionados a estes territórios.

Da Redação

O que as periferias urbanas das grandes cidades do mundo têm em comum? Quais os pontos de convergência destes territórios, suas potências e especificidades? Como suas populações se inserem nas cidades? Que estigmas são reforçados por grupos sociais hegemônicos que buscam um conceito “normal” de cidade – excluindo as periferias e suas características desta definição?

Estes e outros questionamentos conduzirão as discussões do seminário internacional “O que é a periferia afinal e qual o seu lugar na cidade?”, uma iniciativa do Instituto João e Maria Aleixo que acontecerá nos dias 16 e 17 de março (quinta e sexta)  no Galpão Bela Maré, no Rio de Janeiro.

O seminário reunirá intelectuais, pensadores, ativistas e organizações que atuam, pensam e elaboram sobre temas relacionados às periferias urbanas no mundo contemporâneo. São esperados mais de 100 convidados de diferentes países, incluindo México, Colômbia, Cabo Verde, Guiné Bissau, Costa Rica, Inglaterra, Escócia, Itália e Índia – além do Brasil.

O objetivo do evento é construir uma visão comum sobre as periferias urbanas, independente dos países em que estejam localizadas, respeitando a diversidade, identidade, cultura, história e especificidades inerentes a cada lugar.

As favelas e periferias são espaços de convivência, trabalho, estudo e lazer de uma parcela considerável da população urbana no mundo contemporâneo. A representação preconceituosa destes territórios influencia diretamente nas políticas públicas implementadas nas regiões mais pobres das cidades e em vez de efetivar as reais demandas dos seus moradores, acabam por reforçar estigmas e fragilizar o direito destas populações à cidade – ampliando o ciclo de exclusão já existente.

Ao final do encontro, as organizações devem aprovar e divulgar um documento comum, intitulado “Carta da Maré”, construído e discutido conjuntamente ao longo dos últimos meses, e que apresenta características que unificam e aproximam estes territórios – não importa em que país estejam.

Serviço

Seminário internacional  “O que é a periferia afinal e qual o seu lugar na cidade?

Data: dias 16 e 17 de março (quinta e sexta)

Hora: Das 9 às 18h30

Local: Galpão Bela Maré – Maré – Rio de Janeiro

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

15 DE MARÇO

18H – CREDENCIAMENTO E RECEPÇÃO DOS CONVIDADOS

– APRESENTAÇÃO DE SARAU COM GRUPOS CULTURAIS DA PERIFERIA

– COQUETEL DE CELEBRAÇÃO

16 DE MARÇO

9H-9H40 – APRESENTAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO DO EVENTO E DINÂMICA DE APRESENTAÇÃO DOS CONVIDADOS

9H40-11H – DESAFIO: PASSEIO EM GRUPOS DE DEZ INTEGRANTES, EM MÉDIA, PELA FAVELA DA MARÉ, COM DELIMITAÇÃO AO ENTORNO DO CENTRO DE ARTES VISUAIS BELA MARÉ, A FIM DE IDENTIFICAR O QUE TERIA CARÁTER INVENTIVO NO TERRITÓRIO E OUTRAS PRÁTICAS CULTURAIS VISÍVEIS. A PARTIR DA CIRCULAÇÃO PELA FAVELA, OS PARTICIPANTES DO EVENTO FARÃO ANALOGIAS ENTRE AS CARACTERÍSTICAS DO TERRITÓRIO LOCAL E SEUS ESPAÇOS DE ATUAÇÃO, BUSCANDO PONTOS COMUNS E DISTINTOS.

11H-11H20 – COFFEE BREAK 11H20-13H – PARTILHA E SÍNTESE DAS PRÁTICAS OBSERVADAS, COM TROCAS DE EXPERIÊNCIAS EXISTENTES NOS TERRITÓRIOS DE ORIGEM QUE ESTIMULEM A GARANTIA DO “DIREITO À CIDADE”.

13H-14H30 – ALMOÇO

14H30-16H – PLENÁRIA PARA APRESENTAÇÃO DAS SÍNTESES REALIZADAS NOS GRUPOS E SÍNTESE DAS PRINCIPAIS PROPOSIÇÕES QUE SE FIZERAM PRESENTES NO EVENTO. 16H-16H30 – COFFEE BREAK

16H30-18H30 – EVENTO CULTURA

17 DE MARÇO

10H-10H40 – APRESENTAÇÃO DO TEXTO BASE PARA O EVENTO SOB O TÍTULO: “CARTA DA MARÉ – FAVELAS E PERIFERIAS VISTAS A PARTIR DO ‘PARADIGMA DA POTÊNCIA’ E ‘COMO TERRITÓRIOS INVENTIVOS’. O TEXTO SERÁ ENVIADO COM ANTECEDÊNCIA PARA OS CONVIDADOS.

10H40-11H – COFFEE BREAK

11H-13H – DEBATE SOBRE O TEXTO BASE EM CINCO GRUPOS, CADA UM COM 20 PESSOAS, BUSCANDO-SE ESTABELECER RELAÇÕES ENTRE OS CONCEITOS PROPOSTOS E AS VIVÊNCIAS PRÁTICAS E TEÓRICAS DOS CONVIDADOS. OS PARTICIPANTES SERÃO REUNIDOS DE ACORDO COM O DOMÍNIO DA LÍNGUA – INGLÊS E ESPANHOL OU PORTUGUÊS.

13H-14H30 – ALMOÇO

14H30-16H30 – APRESENTAÇÃO E DEBATE EM PLENÁRIO DAS PROPOSIÇÕES CONCEITUAIS DEBATIDAS NOS GRUPOS.

16H30-16H50 – COFFEE BREAK

16H50-18H30 – PROPOSIÇÕES SOBRE DESDOBRAMENTOS DO EVENTO, A PARTIR DE SUGESTÕES INICIAIS PROPOSTAS PELAS ENTIDADES ORGANIZADORAS.

18H30-20H – FESTA DE ENCERRAMENTO

 

 



No artigo

x